Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/2687
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2011_LilianePereiraFurtado.pdf220,03 kBAdobe PDFver/abrir
Título: A avaliação dos conteúdos de química geral para cursos da Universidade de Brasília
Autor(es): Furtado, Liliane Pereira
Orientador(es): Machado, Patrícia Fernandes Lootens
Assunto: Química - estudo e ensino (Superior)
Universidades e faculdades - currículos
Data de apresentação: 2011
Data de publicação: 31-Jan-2012
Referência: FURTADO, Liliane Pereira. A avaliação dos conteúdos de química geral para cursos da Universidade de Brasília. 2011. 49 f. Monografia (Licenciatura em Química)—Universidade de Brasília, Brasília, 2011.
Resumo: A avaliação dos conteúdos de química geral para cursos da Universidade de Brasília De modo geral, no nível superior de ensino, a Química Geral encontra-se no início da grade curricular de diversos cursos de formação profissional, centrada em conteúdos estruturantes do conhecimento químico. Esses conteúdos são, em geral, abordados superficialmente e de forma descontextualizada, sendo explorados sem estar a serviço dos fenômenos vivenciados nos diferentes cursos assistidos por essa disciplina. Existem trabalhos que mostram a baixa expectativa dos alunos em torno da disciplina, associando possíveis mudanças a um “obstáculo insuperável”. Os estudantes parecem cursar a disciplina apenas por ser obrigatória no currículo de formação mas a consideram dispensável. Esses alunos, a maioria ingressantes em um curso superior, pouco sabem da importância de determinados conteúdos e em que momento eles se utilizarão deles. Isso provoca desinteresse, por não se perceber a relevância da matéria e seus objetivos. Diversas discussões e alternativas acerca dessa problemática foram realizadas e apresentadas, dentre elas, ressaltamos a criação de um conjunto de disciplinas (Núcleo de Química Geral), no qual o aluno deveria cursar somente conteúdos que fossem relevantes à sua área de atuação. O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) tem por objetivo discutir a disciplina “Química Geral”, na perspectiva de se analisarem os conteúdos contemplados pela ementa e as necessidades reais dos cursos para os quais essa disciplina é obrigatória. Utilizamos uma entrevista semiestruturada, visando a investigação de questões sobre conteúdos, carga horária e contextualização junto aos coordenadores dos cursos de Engenharias, Física e Farmácia. A entrevista foi utilizada para retratar, esclarecer e obter as informações de forma direcionada, referente ao objetivo do trabalho, tendo como base algumas questões, a saber: No âmbito do Colegiado de Graduação e Extensão do Curso de Química da UnB foi discutida uma proposta para QG em módulos, visto que a atual disciplina QG teórica possui um conteúdo extenso e que é trabalhado superficialmente. Você é a favor ou contra essa ideia? Em sua opinião, quais os conteúdos (módulos) que contemplam as necessidades do seu curso? Esses conteúdos (módulos) seriam suficientes? Por meio da pesquisa foi possível concluir que QG em Módulos é uma proposta que rompe com ideias já estabelecidas. O conhecimento da proposta fez com que a opinião dos Coordenadores fosse positiva, passando a considerar como sendo uma possível solução frente à problemática vivenciada de forma rotineira por esses cursos. Além disso, pode-se observar que todos os coordenadores estão preocupados com o índice de evasão e reprovação. Esse problema vem sendo discutido na literatura, por se tratar de necessária readequação de processos de ensino-aprendizagem na perspectiva de melhorar a capacitação de futuros profissionais em nosso país. Na UnB esta problemática tem sido refletida pelo desinteresse e desmotivação de alunos e professores.
Informações adicionais: Monografia (graduação)—Universidade de Brasília, Instituto de Química, 2011.
Aparece na Coleção:Química



Todos os itens na BDM estão protegidos por copyright. Todos os direitos reservados.