Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/2592
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Monografia Scarlett.pdf661,11 kBAdobe PDFver/abrir
Título: As penas da igreja : lógicas corporativas, das siete partidas às ordenações afonsinas
Autor(es): Almeida, Scarlett Dantas de Sá
Orientador(es): Coelho, Maria Filomena Pinto da Costa
Assunto: Igreja
Crimes
Data de apresentação: 2011
Data de publicação: 24-Jan-2012
Referência: ALMEIDA, Scarlett Dantas de Sá. As penas da igreja: lógicas corporativas, das siete partidas às ordenações afonsinas. 2011. 43 f. Monografia (Bacharelado em História)—Universidade de Brasília, Brasília, 2011.
Resumo: Esta monografia tem por objetivo analisar as penas aplicadas à ordem eclesiástica, com base em duas documentações jurídicas medievais produzidas na Península Ibérica: as Siete Partidas (séc. XIII) e as Ordenações Afonsinas (séc. XV). O estudo pretendeu compreender estes corpora como o discurso oriundo de uma determinada cultura política: o modelo corporativo. Resultado de um projeto que se originou como iniciação científica, cada corpo documental foi lido na totalidade, de forma a compreender suas lógicas e estratégias discursivas gerais, o que permitiu perceber a complexidade desse modelo e, principalmente, de questionar as classificações de tipo institucionalista consagradas pela historiografia. Para o presente trabalho, selecionaram-se dois aspectos normativos relacionados à igreja: os crimes e as penas. Por meio do discurso que os classifica e que os justifica, procuramos ressaltar as especificidades e as dinâmicas de funcionamento dessa sociedade que se entendia como corpo, do qual a igreja era uma das partes.
Informações adicionais: Monografia (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências Humanas, Departamento de História, 2011.
Aparece na Coleção:História



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons