Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/259
Título: Turismo em terra indígena : o caso da Reserva Pataxó da Jaqueira
Autor(es): Mauro, Victor Ferri
Orientador(es): Montoro, Tânia Siqueira
Assunto: Reserva da Jaqueira
Sustentabilidade
Turismo
Terra indígena
Pataxó
Data de apresentação: 8-Mai-2007
Data de publicação: 7-Mai-2009
Referência: MAURO, Victor Ferri. Turismo em terra indígena: o caso da Reserva Pataxó da Jaqueira. 2007. 112 f. Monografia (Especialização em Turismo e Desenvolvimento Sustentável)-Universidade de Brasília, Brasília, 2007.
Resumo: Há cerca de dez anos, tem se verificado um grande crescimento do envolvimento espontâneo de vários grupos indígenas, das mais diversas regiões do país, na exploração de atividades turísticas, na maioria das vezes, dentro das próprias terras indígenas, e com o consenso, pelo menos parcial, das comunidades1. Apesar de as atividades turísticas em terras indígenas não estarem regulamentadas até o momento, são muitas as experiências deste tipo que vêm acontecendo, e ocorrem em contextos e situações bastante diversificados e complexos. Uma das experiências turísticas desenvolvidas no interior de terras indígenas que está a mais tempo em vigência é a da Reserva Pataxó da Jaqueira, no município de Porto Seguro-BA. Esta Reserva é composta por uma área de 847 ha de Mata Atlântica destinada à conservação. Naquele local, os Pataxó construíram uma aldeia cenográfica, onde desenvolvem um roteiro de visitação ecoturística a cerca de oito anos. Aproximadamente noventa e cinco indígenas estão envolvidos com a exploração do turismo. Eles são membros de uma associação comunitária constituída com a finalidade exclusiva de gerir o empreendimento turístico na Reserva. O que levou os índios a explorarem o turismo foi principalmente a necessidade de geração de renda para atender certas necessidades da comunidade, mas não se pode desconsiderar nesse processo a motivação em resgatar e valorizar a cultura Pataxó e fortalecer a identidade étnica do grupo, nem se pode deixar de relevar o interesse daqueles indígenas em colocar em prática estratégias de desenvolvimento comunitário que ajudassem a conservar os recursos naturais existentes na reserva. Em suma, a população Pataxó envolvida com o projeto da Reserva da Jaqueira tem buscado através do turismo, proporcionar condições que levem ao desenvolvimento sustentável da comunidade, e, até o momento, tem sido bem sucedida (pelo menos em muitos aspectos) na busca desse objetivo. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT
During the last ten years it's been noticed a growing interest of the spontaneous interest of several indigenous groups, from different regions of the country, about exploring turistic activities, most of times inside their own indigenous lands, and with the consent, at least partial, of their communities. In spite of the fact that turistic activities inside indigenous lands are not regulated up to this moment, there are lots of experiences of that kind going on, which happen in diversified and complex contexts and situations. One of the turistic experiences developed inside indigenous lands that is lasting longer is the one going on in the Pataxó da Jaqueira Reserve, in the district of Porto Seguro - Bahia. This reserve is composed of an area of 847 ha of Atlantic Forest, destined to conservation. In this place, the Pataxó built a cenografic village, where for the last 8 years they have been developing a program of ecoturistic visitation. More or less 95 indigenous are envolved in exploring turism. They are members of a community association created with the exclusive finality of managing the turistic enterprise in the reserve. What led the indigenous to exploring turism was mainly the need to generate income to supply the community needs, but the motivation to value and reafirm the Pataxó culture, strenghtening the ethnic identity of the group should also be considered in the process. It also important to stress the interest of this people to put in practice some strategies of community development that would help to preserve the natural resources found in the village area. In short, the Pataxó population involved with the project of the Jaqueira Reserve have been looking for providing conditions that lead to the sustainable development of the community through the exploration of turistic activities, and up to this moment they have been well succeed (at least, in many aspects) in the search of this goal.
Informações adicionais: Monografia (especialização)—Universidade de Brasília, Centro de Excelência em Turismo, 2007.
Aparece na Coleção:Turismo e Desenvolvimento Sustentável

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2007_VictorFerriMauro.pdf2.34 MBAdobe PDFver/abrir


Todos os itens na BDM estão protegidos por copyright. Todos os direitos reservados.