Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/233
Título: Paracatu : das manifestações culturais da hospitalidade ao despertar do turismo
Autor(es): Barreiros, Marlene Galvão da Silva
Orientador(es): Câmara, Leonor Moreira
Assunto: Hospitalidade
Turismo
Manifestação cultural
Paracatu (MG)
Data de apresentação: Dez-2003
Data de publicação: 6-Mai-2009
Referência: BARREIROS, Marlene Galvão da Silva. Paracatu : das manifestações culturais da hospitalidade ao despertar do turismo. 2003. 44 f. Monografia (Especialização em Gestão da Hospitalidade)-Universidade de Brasília, Brasília, 2003.
Resumo: O propósito deste trabalho é mostrar que a hospitalidade deixou de ser apenas um conjunto de gestos ligados ao saber receber para se tornar uma das forças capazes de influenciar na mudança de conceitos ligados à estrutura da cidade. Juntamente com o turismo, a hospitalidade está ajudando a conscientizar o poder público e a iniciativa privada a repensar alguns aspectos sociais no sentido de enfrentar a acirrada concorrência e os efeitos da globalização da economia. Entre os pontos cruciais a serem enfrentados está a qualificação de pessoal vinculada ao acolhimento. A adoção de políticas públicas e privadas específicas de turismo, eleva o sentimento de orgulho e cidadania da população porque envolve o bem estar social. A cidade mineira de Paracatu conta com mais de dois séculos de história. Pelas condições de sua criação (ponto de parada de tropeiros e arranchamento de bandeiras mineradoras), vivenciou desde cedo a hospitalidade, em diversos tipos de manifestações culturais e orgulha-se da sua rica cultura. De localização privilegiada, boas condições de acessibilidade, grande patrimônio histórico, turístico e cultural, além de estar próxima de grandes centros consumidores como Brasília, Goiânia e outras cidades, reúne reúne as condições para a implantação do turismo profissional. Entretanto, há ainda um grande patrimônio a ser observado: a imagem de cidade e povo hospitaleiros que ostenta. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT
The porpouse os the works in the shaw that hospitality left of being only one set of gestures related with knowing how to receive to become one of the forces capable to influence in the change of concepts related o the structure of the city becoming it hospitable. Together with the tourism, the hospitality is helping the public power and the private initiative to acquire knowledge to rethink some social aspects in the direction to face the incited competition and the effect of the globalization of the economy. Between the crucial points it is the entailed qualification of staff to the shelter, ou seja, the agreement of of what means the professional hospitality. The adoption of specific public and private politics of tourism, besides fortifying the feeling of identity and citizenship, through politics of falling of the historic and cultural patrimony, tangible or not. The city of Minas Gerais, Paracatu, counts with more than two centuries of history. For the conditions of its creation (breakpoint of tropeiros and arranchamento of miner flags), it witnessed deeply early the hospitality, in diverse types of cultural manifestations and is proud of its rich culture. Of privileged localization, good conditions of accessibility, great historic, tourist and cultural patrimony beyond of being next to great consuming centers as Brasilia, Goiânia and other cities, seem to congregate the conditions for the implantation of the professional tourism. However, it has a great patrimony to be observed: to use to advantage the image of hospitable city and hospitable people who exhibits.
Informações adicionais: Monografia (especialização)—Universidade de Brasília, Centro de Excelência em Turismo, 2003.
Aparece na Coleção:Gestão da Hospitalidade

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2003_MarleneGalvaoSilvaBarreiros.pdf138.93 kBAdobe PDFver/abrir


Todos os itens na BDM estão protegidos por copyright. Todos os direitos reservados.