Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/22562
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2018_BrunoFerreiraDeMelo_tcc.pdf501,88 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Nacionalismo Árabe ou Pan-Arabismo : facetas de um movimento difuso
Autor(es): Melo, Bruno Ferreira de
Orientador(es): Nascimento, Paulo César
Assunto: Identidade nacional
Nacionalismo
Primavera Árabe
Data de apresentação: 2018
Data de publicação: 9-Out-2019
Referência: MELO, Bruno Ferreira de. Nacionalismo Árabe ou Pan-Arabismo: facetas de um movimento difuso. 2018. 57 f. Trabalho de conclusão de curso (Bacharelado em Ciência Política)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Resumo: Para um bom entendimento das situações do presente, deve-se ter um bom conhecimento do passado. Dessa maneira, para entender o que ocorre com uma das regiões mais belicosas do mundo, deve-se estudar fatores que resultaram em sua situação atual. O Oriente Médio é indubitavelmente uma das regiões de maior atenção dos últimos 20 anos, e para entender fenômenos com o conflito Israel- Palestina e a Primavera Árabe, um maior aprofundamento do que é o nacionalismo árabe é basilar. A fim de não deixar margem para interpretações errôneas, desde o início,o quadro teórico que pretende-se tratar do restringi-se nacionalismo árabe transnacional, o nacionalismo que é conhecido na literatura como o nacionalismo pan-árabe ou pan-arabismo. Esse é o “tipo” de nacionalismo árabe que pode ser encontrado em muitas nações árabes e que tem constituído o fermento dos movimentos unificadores nos territórios habitados pelos árabes,enquanto tentava alcançar algum tipo de unificação de estados árabes na segunda metade do século XX. Em outras palavras serão considerados aspectos importantes da evolução da ideologia pan-árabe e dos movimentos nacionalistas, não das particularidades nacionalistas de cada país. E também deve-se frisar que o mais importante é a análise da trajetória do movimento, tendo um foco principalmente no ponto axial do nacionalismo árabe que é a unificação dos Estados Árabes sobre um única égide.Mesmo que existam repercussões desse nacionalismo até hoje, ele já teve seu fim ‘aceito’ pelos teóricos do tema, e por essa razão o trabalho terá um forte enfoque histórico. Enfoque esse que só reafirma a importância da análise de trajetória do movimento, que é o objetivo a ser alcançada por esse trabalho.
Informações adicionais: Trabalho de conclusão de curso (graduação)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciência Política, 2018.
Aparece na Coleção:Ciência Política - Graduação



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons