Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/22447
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2019_DeborahDaSilvaValadares_tcc.pdf545,83 kBAdobe PDFver/abrir
Título: A busca pela alfabetização científica na EJA por meio da temática automedicação
Autor(es): Valadares, Deborah da Silva
Orientador(es): Machado, Patrícia Fernandes Lootens
Assunto: Ciências - estudo e ensino
Data de apresentação: 2019
Data de publicação: 24-Set-2019
Referência: VALADARES, Deborah da Silva. A busca pela alfabetização científica na EJA por meio da temática automedicação. 2019. 42 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Química)—Universidade de Brasília, Brasília, 2019.
Resumo: O desenvolvimento de aulas que despertem o interesse dos estudantes pela Ciência é o objetivo de muitos profissionais do ensino. O ensino contextualizado mostra-se como uma forma eficiente no alcance deste objetivo, que pode também promover a alfabetização científica (AC). O presente trabalho mostra que o desenvolvimento de uma sequência didática, com a temática automedicação, possibilita a AC de estudantes da EJA. As aulas aconteceram em uma escola do Distrito Federal, com os estudantes matriculados no terceiro ano do ensino médio, e levou em consideração a pedagogia de Paulo Freire, que descreve a necessidade de respeito ao saber ingênuo na busca da conscientização dos estudantes. Os indícios de que a AC estava em processo deram-se por meio da justificativa atribuída pelos estudantes de práticas do fazer científico (extração de substâncias presentes em plantas medicinais para a produção de medicamentos). Os estudantes também demonstraram estar em processo de AC quando manifestaram interesse em disseminar a prática adequada de medicamentos aos conhecidos, inclusive questionando os órgãos públicos sobre a falta de divulgação das informações de como fazê-lo. A sequência didática trabalhada também apontou para a necessidade de superação do saber ingênuo, especificamente para práticas adotadas no tratamento de queimaduras, adquiridos culturalmente, onde este conhecimento pode engendrar riscos graves à saúde.
Informações adicionais: Trabalho de Conclusão de Curso (graduação)—Universidade de Brasília, Instituto de Química, 2019.
Aparece na Coleção:Química



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons