Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/22418
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2018_TeresaSouzaAlves_tcc.pdf1,8 MBAdobe PDFver/abrir
Título: Síndrome da vaca caída : revisão de literatura e relato de caso
Autor(es): Alves, Teresa Souza
Orientador(es): Borges, José Renato Junqueira
Assunto: Bovino - doenças
Data de apresentação: Dez-2018
Data de publicação: 11-Set-2019
Referência: ALVES, Teresa Souza. Síndrome da vaca caída: revisão de literatura e relato de caso. 2018. 70 f., il. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Medicina Veterinária)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Resumo: “Síndrome da Vaca Caída” (SVC) caracteriza um bovino que apresenta decúbito esternal persistente por mais de 24 horas, sem uma causa óbvia em um primeiro momento. A SVC é uma enfermidade que apresenta várias etiopatogenias e acomete bovinos mundialmente. O tratamento requer cuidado intensivo, mão de obra, paciência e investimento, possuindo vários protocolos descritos na literatura. A prevenção da SVC deve ser um trabalho árduo de conscientização promovido pelo médico veterinário. Objetiva-se nesse trabalho realizar revisão de literatura sobre a SVC e relatar um caso de um bovino, fêmea, de 17 meses de idade, atendido no Hospital Veterinário de Grandes Animais da Universidade de Brasília (Hvet-UnB). Após ser transportado por 350km, o animal apresentou decúbito esternal persistente, claudicação, dificuldade em se levantar e hiporexia. Foi estabelecido protocolo com anti-inflamatório não esteroidal, fluidoterapia e cuidados intensivos. Durante a internação do paciente, foram realizadas avaliações seriadas da atividade sérica das enzimas CK e AST, observando-se um aumento exorbitante e crescente desses valores. Devido à ausência de melhora frente ao tratamento estabelecido e ao prognóstico desfavorável o animal foi submetido a eutanásia. Os achados post mortem foram característicos da SVC, principalmente a presença de palidez em músculo estriado esquelético (MEE). No exame microscópico havia presença de degeneração nos rins e necrose em músculo MEE. Esse caso possui alguns diagnósticos diferenciais, que inclui intoxicação por ionóforos, intoxicação por Senna occidentalis ou Senna obtusifolia, botulismo e tetania do transporte.
Abstract: "Downer Cow Syndrome" (DCS) characterizes a bovine that has persistent sternal decubitus for more than 24 hours, without an obvious cause at a first moment. DCS is a disease that presents several etiopathogenesis and affects cattle worldwide. The treatment requires intensive care, labor, patience and investment, possessing several protocols described in the literature. The prevention of DCS should be a hard work of awareness promoted by the veterinary clinician. The objective of this work is to review the literature on DCS and to report a case of a 17-month-old female bovine, attended at the Veterinary Hospital of Large Animals of the University of Brasília (Hvet-UNB). After being transported for 350km, the animal presented persistent sternal decubitus, lameness, difficulty to stand and hyporexy. Protocol was established with non-steroidal anti-inflammatory, fluid therapy and intensive care. During the patient's hospitalization, serial evaluations of the serum activity of the CK and AST enzymes were performed, observing an exorbitant increase in these values. Due to the lack of improvement in the established treatment and the unfavorable prognosis the animal was subjected to euthanasia. Post-mortem findings were characteristic of SVC, mainly the presence of pallor in skeletal striated muscle (ESM). In the microscopic examination there was presence of degeneration in the kidneys and necrosis in the ESM muscle. This case has some differential diagnoses, which includes ionophores poisoning, poisoning by Senna occidentalis or Senna obtusifolia, botulism and transport tetany.
Informações adicionais: Trabalho de Conclusão de Curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, 2018.
Aparece na Coleção:Medicina Veterinária



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons