Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/22349
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2019_MarianeCristinaSouzaDeOliveira_tcc.pdf1,57 MBAdobe PDFver/abrir
Título: Memória e patrimônio industrial : a cerâmica São Luiz
Autor(es): Oliveira, Mariane Cristina Souza de
Orientador(es): Freitas, Cilene Rodrigues Carneiro
Assunto: Educação patrimonial
Patrimônio histórico
Data de apresentação: 29-Mar-2019
Data de publicação: 29-Ago-2019
Referência: OLIVEIRA, Mariane Cristina Souza de. Memória e patrimônio industrial: a cerâmica São Luiz. 2019. 65 f., il. Trabalho de Conclusão do Curso (Especialização em Educação e Patrimônio Cultural e Artístico)—Universidade de Brasília, Barretos-SP, 2019.
Resumo: A Cerâmica São Luiz é um patrimônio histórico da cidade de Ribeirão Preto. É um espaço em que dezenas de pessoas se reuniem para festejar, celebrar, compartilhar, lutar, conviver a partir de atividades desenvolvidas pela ONG VivaCidade responsável pelo trabalho de conservação, ocupação e de educação patrimonial. A Cerâmica é marco no reconhecimento da resistência da sociedade civil para conservação de bens históricos da cidade, visto que foi um espaço de disputa entre sociedade civil e privada em que de um lado houve o reconhecimento da Cerâmica como um patrimônio da cidade e de outro o pensamento acerca da demolição em prol da modernização da cidade. A partir do reconhecimento das ações direcionadas a viabilidade, ao uso educacional e cultural do espaço realizados pela ONG VivaCidade, o trabalho pretendeu buscar informações e fatos históricos acerca dos elementos que permitam compreender o processo de tombamento vinculado a história da Cerâmica deste patrimônio da cidade de Ribeirão Preto, assim como perceber e mapear as ações que podem contribuir para a elaboração de um modelo de apropriação, restauração, ocupação, acessibilidade e de educação patrimonial exercido pela sociedade civil. Trata-se de uma pesquisa exploratória com uso de fontes documentais dispostas nos arquivos físicos e online da ONG, associada à literatura específica e incursões etnográficas para observação e contextualização do espaço. Sendo um patrimônio histórico e cultural da cidade de Ribeirão Preto em que passado e presente se confluem através das memórias, lutas e resistências da sociedade civil, a abordagem qualitativa se fez presente uma vez que foi considerado que os saberes são construídos entre as pessoas, suas vivencias, seus sonhos e suas lutas. O estudo desenvolveu-se enquanto uma pesquisa bibliográfica e documental, visto que as fontes de informação foram desde pesquisas, dissertações e trabalhos de conclusão de curso, como notícias, documentos oficiais e fotos mantidas no acervo. O tratamento das informações seguiu critérios baseados na análise de conteúdo sem perder de vista a abordagem qualitativa na análise dos dados, a fim da compreensão do contexto e principalmente do reconhecimento de que a história é construída pelas pessoas que dela fazem parte. A pesquisa pretende fortalecer o trabalho desenvolvido na Cerâmica São Luiz e possibilitar reflexões acerca da educação patrimonial.
Informações adicionais: Trabalho de Conclusão de Curso (especialização)—Universidade de Brasília, Instituto de Artes, Programa de Pós-Graduação em Arte, 2019. Curso de Especialização em Educação e Patrimônio Cultural e Artístico a distância. Polo Barretos-SP.
Aparece na Coleção:Educação e Patrimônio Cultural e Artístico



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons