Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/21642
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_ThaizaKarollineDeSousaPimentel_tcc.pdf607,5 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Análise da mortalide infantil e sua relação com os gastos per capita e o índice de desenvolvimento dos municípios no período de 2010 a 2014
Autor(es): Pimentel, Thaíza Karolline de Sousa
Orientador(es): Silva, Everton Nunes da
Assunto: Mortalidade infantil
Saúde pública
Orçamento municipal
Data de apresentação: 2017
Data de publicação: 18-Mar-2019
Referência: PIMENTEL, Thaíza Karolline de Sousa. Análise da mortalide infantil e sua relação com os gastos per capita e o índice de desenvolvimento dos municípios no período de 2010 a 2014. 2017. 40 f., il. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Saúde Coletiva)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Resumo: A taxa de mortalidade infantil (TMI) é uma ferramenta importante para gestão, serve de parâmetro para o mundo todo, pois a partir dela inferem-se outras informações de saúde pública. Este trabalho teve como objetivo analisar se existe alguma relação direta entre os gastos per capita, porte populacional e Índice de Desenvolvimento dos municípios (IFDM) no período de 2010 a 2014. Foi criado um banco de dados com quatro variáveis que estão disponíveis no site do SIOPS, gastos per capita e porte populacional, no TABNET-DATASUS foi extraído os dados de mortalidade infantil e nascidos vivos e a partir deles foram calculados a TMI. Conclui-se que o IFDM tem relação direta com os gastos e taxa de mortalidade, quanto ao porte populacional existem variações quanto aos gastos o que ressalta de que forma os gestores gastam seus recursos.
Abstract: The infant mortality rate is an important management tool that serves as a parameter for the whole world, since other public health information can be inferred from it. The objective of this study was to analyze whether there is any direct relationship between expenditures per capita, population size and Municipal Development Index between 2010 and 2014. A database was created with four variables that are available on the SIOPS website; per capita expenditure and population size, in the TABNET-DATASUS data were extracted from infant and live births and from them were calculated at the infant mortality rate. It is concluded that the Municipal Development Index has a direct relation with the expenditures and mortality rate, as far as the population size there are variations in the expenses, which highlights how the managers spend their resources.
Informações adicionais: Trabalho de Conclusão de Curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ceilândia, Curso de Graduação em Saúde Coletiva, 2017.
Aparece na Coleção:Saúde Coletiva - Campus UnB Ceilândia



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons