Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/2153
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2011_MarleidaSilvaCampos.pdf496,63 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Inclusão de alunos cadeirantes em uma escola do município de Ipatinga : estudo de caso
Autor(es): Campos, Marlei da Silva
Orientador(es): Orrú, Sílvia Ester
Assunto: Deficientes físicos
Acessibilidade
Educação inclusiva
Estudantes deficientes
Data de apresentação: 30-Abr-2011
Data de publicação: 16-Nov-2011
Referência: CAMPOS, Marlei da Silva. Inclusão de alunos cadeirantes em uma escola do município de Ipatinga: estudo de caso. 2011. 43 f. Monografia (Especialização em Desenvolvimento Humano, Educação e Inclusão Escolar)—Universidade de Brasília, Universidade Aberta do Brasil, Brasília, 2011.
Resumo: Na atualidade um grande desafio do sistema educacional brasileiro é viabilizar ações eficazes para a acessibilidade e permanência dos alunos com necessidades educacionais especiais nas unidades do ensino regular. Garantir sua matrícula não pressupõe a inclusão propriamente dita, mas apenas um passo na sua conquista. Essa distorção conceitual tem sido um dos principais entraves à concretização da educação para todos, que deve ter compromisso com uma educação inclusiva que vá além dos direitos instituídos legalmente, e que atendam efetivamente as necessidades dos alunos. O presente trabalho teve como finalidade explorar o debate sobre inclusão de dois alunos cadeirantes na rede de ensino regular, reconhecendo os principais desafios que possa inviabilizar o acesso de ambos, analisando as ponderações de professores, alunos e pais no que refere as suas dificuldades e limitações. Utilizou-se neste trabalho a perspectiva qualitativa – estudo de caso, através de entrevistas através de aplicação de questionários e observações, com 8(oito) professores desta instituição, pertencentes a Rede Pública Municipal da cidade de Ipatinga Minas Gerais, no primeiro semestre letivo de 2010,e também com os dois alunos, seus pais e dirigente da escola. Este trabalho propiciou subsídios para repensar as práticas pedagógicas, permanência e acesso, espacial e cognitivo à aprendizagem na escola, a partir de análise, buscando refletir os caminhos para a verdadeira inclusão. Pôde-se perceber através da pesquisa que nesta instituição ainda há entraves que impossibilitam a efetiva aprendizagem do caso analisado.
Informações adicionais: Monografia (especialização)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Departamento de Psicologia Escolar e do Desenvolvimento, Programa de Pós-Graduação em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde, 2011. Curso de Especialização a Distância em Desenvolvimento Humano, Educação e Inclusão Escolar.
Aparece na Coleção:Desenvolvimento Humano, Educação e Inclusão Escolar



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons