Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/21362
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_FabioReys_GabrielCosta_TiagoRussomanno_tcc.pdf321,73 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Efeitos do uso de estabilizadores semirrígidos de tornozelo no salto vertical em atletas de voleibol
Autor(es): Silva, Fábio Reys Marques da
Carvalho, Gabriel Costa
Orientador(es): Russomanno, Tiago Guedes
Assunto: Performance esportiva
Data de apresentação: 2016
Data de publicação: 11-Fev-2019
Referência: SILVA, Fábio Reys Marques da; CARVALHO, Gabriel Costa. Efeitos do uso de estabilizadores semirrígidos de tornozelo no salto vertical em atletas de voleibol. 2016. 17 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Educação Física)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.
Resumo: Introdução: No voleibol usa-se muito estabilizadores de tornozelo a fim de evitar lesões, porém questiona-se se este afeta o desempenho do salto vertical. Objetivo: Analisar o efeito de estabilizadores semirrígidos de tornozelo no salto vertical. Métodos: O estabilizador foi testado em 15 indivíduos que realizaram saltos de bloqueio e contra movimento em duas condições (com e sem estabilizador). Resultados: Altura do salto vertical não mostrou diferença significativa entre as condições ( com e sem) estabilizador, contudo demonstrou diferença significativa p<0,05 para os tipos de salto. Conclusão: Podemos observar que não existe diferença entre o uso ou não de estabilizador, mas sim uma diferença significativa no tipo de salto realizado.
Abstract: Introduction: In volleyball uses a lot ankle stabilizers in order to prevent injury, but wonders whether this affects the performance of vertical jump. Objective: To analyze the effect of semi-rigid ankle stabilizers in the vertical jump. Methods: The stabilizer was tested on 15 subjects performed volleyball block jumps and counter movement jumps in two conditions (with and without stabilizer). Results: Vertical jump height showed no significant difference between the conditions (with and without) stabilizer, however, showed a significant difference p <0.05 for jump types. Conclusion: We can see that there is no difference between using or not stabilizer, but a significant difference in the type of the jump.
Informações adicionais: Trabalho de Conclusão de Curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação Física, 2016.
Aparece na Coleção:Educação Física



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons