Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/21290
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2018_GabrielaSantosDeSousa_tcc.pdf523,24 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Estudo retrospectivo da ocorrência de linfoma em felinos domésticos atendidos no Hospital Veterinário da Universidade de Brasília entre os anos de 2017-2018
Outros títulos: Retrospective study of lymphoma ocurrence in cats treated in Universidade de Brasília Veterinary Hospital between 2017-2018
Autor(es): Sousa, Gabriela Santos de
Orientador(es): Martins, Christine Souza
Assunto: Gato - doenças
Câncer nos animais
Data de apresentação: 2018
Data de publicação: 30-Jan-2019
Referência: SOUSA, Gabriela Santos de. Estudo retrospectivo da ocorrência de linfoma em felinos domésticos atendidos no Hospital Veterinário da Universidade de Brasília entre os anos de 2017-2018. 2018. 60 f., il. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Medicina Veterinária)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Resumo: O linfoma corresponde a 50% das neoplasias hematopoiéticas em felinos, podendo afetar gatos de qualquer idade, sexo e raça. Sua etiologia está fortemente associada a infecções pelos vírus da Leucemia Felina (FeLV) e o vírus da Imunodeficiência Felina (FIV). O presente estudo teve como objetivo investigar casos de linfoma felino atendidos no Hospital Veterinário da UnB, avaliando a distribuição sexual, etária, associação do neoplasma com infecção pelo vírus da Leucemia Felina (FeLV) e resposta dos pacientes ao tratamento quimioterápico, quando adotado. A evolução destes pacientes foi acompanhada no período de janeiro de 2017 a abril de 2018, com objetivo de avaliar o tratamento, reações adversas e sobrevida dos gatos submetidos a protocolo quimioterápico para tratamento de linfoma. O total de animais avaliados neste estudo foi de 11 gatos. A forma anatômica mais prevalente foi a mediastinal, presente em 54,5% (seis) dos animais, sendo que destes, quatro (66,6%) apresentavam efusão pleural, cuja análise citopatológica possibilitou o diagnóstico da doença. Dos onze animais, dez (90,9%) apresentaram sorologia ELISA para FeLV positiva, sendo um positivo também para FIV. Apenas um (9%) paciente foi negativo para FeLV, o mesmo possuía 17 anos de idade e a localização anatômica do linfoma era alimentar. Dois (18%) animais possuíam linfoma multicêntrico, e dois (18%) apresentaram linfoma extranodal. Oito gatos (72,7%) foram submetidos a protocolo quimioterápico Winsconsin-Madison para tratamento do linfoma sendo que dois (25%) destes evoluíram para óbito durante o tratamento, dois (25%) foram submetidos à eutanásia por escolha pessoal de seus tutores, seis (75%) estavam bem até o momento em que este estudo foi realizado. O paciente diagnosticado com linfoma alimentar foi tratado com um protocolo oral, composto pelos fármacos clorambucil e prednisolona, e também estava bem clinicamente no momento do estudo. O tempo de sobrevida dos pacientes utilizados neste estudo variou entre 30-180 dias, com média de 84 dias.
Abstract: Lymphoma corresponds to 50% of hematopoietic neoplasms in domestic felines, affecting cats of any age, sex and breed. Its etiology is strongly associated with infections with Feline Leukemia Virus (FeLV) and Feline Immunodeficiency Virus (FIV). The present study aimed to investigate cases of feline lymphoma treated at UnB Veterinary Hospital, evaluating gender distribution, age, association of neoplasm with Feline Leukemia Virus (FeLV) infection and response of patients to chemotherapy treatment, when adopted. The evolution of these patients was followed from January 2017 to April 2018, in order to evaluate the treatment, adverse reactions and survival time of cats submitted to chemotherapy protocol for lymphoma treatment. The total number of animals evaluated in this study was 11 cats. The most prevalent anatomic form of lymphoma in this study was the mediastinal one, present in 54,5% (six) of the animals, and of these, four (66,6%) had pleural effusion, whose cytopathological analysis allowed diagnosis of the disease. Ten (90,9%) presented positive ELISA serology for FeLV, and one of those was also positive for FIV. Only one (9%) patient was negative for FeLV, it was 17 years old and presented alimentary lymphoma.Two (18%) cats had multicentric lymphoma, and two (18%) had extranodal lymphoma. Eight cats (72,7%) underwent Winsconsin-Madison chemotherapy protocol for lymphoma treatment, two (25%) of whom died during treatment, two (25%) underwent euthanasia by personal choice of their tutors, six (75%) were well up to the time this study was performed. The patient diagnosed with alimentary lymphoma was treated with oral protocol composed by clorambucil and prednisolone, and it was also well clinically at the time of the study. The survival time of the patients used in this study ranged from 30-180 days, with a median time of 84 days.
Informações adicionais: Trabalho de Conclusão de Curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, 2018.
Aparece na Coleção:Medicina Veterinária



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons