Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/21214
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2018_KarineDosSantosTaveira_tcc.pdf227,49 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Desempenho agronômico de genótipos de bananeira no Distrito Federal
Autor(es): Taveira, Karine dos Santos
Orientador(es): Vilela, Michelle Souza
Assunto: Frutas - cultivo
Banana - cultivo
Data de apresentação: 2018
Data de publicação: 22-Jan-2019
Referência: TAVEIRA, Karine dos Santos. Desempenho agronômico de genótipos de bananeira no Distrito Federal. 2018. 22 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Agronomia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Resumo: A bananicultura representa grande parte do mercado de frutas do Brasil. O consumo da fruta pode ser feito in natura e em diferentes produtos, sendo que hoje existe o uso de diferentes partes da planta da bananeira, como o uso de frutos verdes e do coração da bananeira para alimentação humana. Além disso, a cultura também é utilizada em grande escala no mercado de fitoterápicos nacional. Hoje existem diferentes cultivares de banana a serem produzidas no Brasil. Verificando a necessidade do desenvolvimento de diferentes cultivares de banana para as diferentes condições edafoclimáticas brasileiras, o trabalho envolvendo as questões genéticas da cultura tem grande relevância. Dessa forma, o presente trabalho teve como principal objetivo a avaliação agronômica de quatro cultivares comerciais de banana (Grand Naine, Prata Anã, Tropical e Conquista) para a região do Distrito Federal. Para isso, foi desenvolvido um experimento em blocos casualizados na Fazenda Água Limpa/UnB, sendo realizadas colheitas semanais para coleta de dados referentes às características de peso de frutos por cacho (kg), número de frutos por cacho, número de pencas por cacho, comprimento do fruto (cm) e diâmetro do fruto (cm). A partir da análise de variância, foi possível verificar diferenças estatísticas para todas as características avaliadas. Os valores de coeficiente de variação foram abaixo de 30% para todas as características analisadas, representando boa precisão experimental. No teste de médias Tukey, a 5% de probabilidade, as características de peso de frutos por cacho e diâmetro de fruto formaram dois grupos diferentes, a e b, sendo que a cultivar Grand Naine apresentou valores superiores para as duas características (8,97 kg e 3,22 cm, respectivamente). A característica de número de frutos por cacho foi dividida em três diferentes grupos, sendo que a cultivar Conquista foi a que apresentou o maior número e frutos (147,17). Todas as cultivares apresentaram padrão de comercialização exigido pelo Ministério de Agricultura e Pecuária do Brasil, interessantes para produção na região do Distrito Federal.
Informações adicionais: Trabalho de Conclusão de Curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, 2018.
Aparece na Coleção:Agronomia



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons