Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/20071
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_VerônicaLourençadeSouza.pdf1,01 MBAdobe PDFver/abrir
Título: Distúrbios esofágicos dos bovinos : revisão bibliográfica e relato de caso com estenose esofágica
Outros títulos: Cattle esophageal disorders : bibliographic review and case report with esophageal stenosis
Autor(es): Souza, Verônica Lourença de
Orientador(es): Borges, José Renato Junqueira
Assunto: Bovino - doenças
Bovino - criação
Esôfago - doenças
Data de apresentação: 24-Nov-2017
Data de publicação: 9-Mai-2018
Referência: SOUZA, Verônica Lourença de. Distúrbios esofágicos dos bovinos : revisão bibliográfica e relato de caso com estenose esofágica. 2017. 42 f., il. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Medicina Veterinária)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Resumo: Os distúrbios esofágicos não são comuns em bovinos, sendo de maior frequência as obstruções esofágicas, que podem ser aguda ou crônica, intraluminal ou extraluminal, parcial ou total. Pode-se observar também, com menor frequência, as perfurações e rupturas esofágicas que são, na maioria das vezes, associadas à obstrução por corpo estranho. O megaesôfago é resultado da dilatação esofágica secundária a distúrbios neuromusculares. Pode ocorrer também estenose de esôfago decorrente da redução do diâmetro do esôfago, tumores esofágicos como carcinomas, fribromas, sarcomas, lipomas, leiomiomas, actinobacilose e endoteliomas, timomas. O presente trabalho descreve um caso clínico de estenose esofágica atendido na Clínica de Bovinos - Campus Garanhuns da Universidade Federal Rural de Pernambuco, no ano de 2017. O paciente tinha histórico de não estar ruminando nem defecando há aproximadamente cinco dias, apresentava timpanismo e regurgitação logo após alimentação. Durante o exame clínico o paciente apresentou acentuada distensão evidente na fossa paralombar esquerda, e a passagem da sonda de “Schambye” foi improdutiva, posteriormente com a passagem de uma sonda de menor calibre, obteve-se resultado satisfatório, que repercutiu na diminuição do acentuado timpanismo. O animal apresentava também tosse, dispneia e ruídos expiratórios Devido à gravidade do caso, em alguns dias, optou-se pela eutanásia do animal e posteriormente necropsia, onde se constatou macroscopicamente fibrose ao redor do esôfago na altura da entrada torácica que causava estreitamento do órgão, acarretando cranialmente retenção de bolo alimentar de aspecto fresco. Pneumonia tromboembólica, miocardite e nefrite abscedativas também foram encontrados no exame anatomopalógico.
Abstract: Esophageal disorders are not common in cattle, with esophageal obstructions, which may be acute or chronic, intraluminal or extraluminal, partial or total. It is also possible to observe, with less frequency, perforations and esophageal ruptures, which are, most of the time, associated with foreign body obstruction. Megaesophagus is a result of esophageal dilatation secondary to neuromuscular disorders. Esophageal stenosis due to esophageal diameter reduction, esophageal tumors such as carcinomas, sarcomas, lipomas, leiomyomas, actinobacillosis and endotheliomas, thymomas can also occur. Esophageal diverticulum, and esophagitis that is nothing more than an inflammation of the organ. This paper describes a clinical case of esophageal stricture treated at the Bovine Clinic - Garanhuns Campus of the Federal Rural University of Pernambuco, in the year 2017. The patient had a history of not ruminating or defecating for approximately five days, presented with tympani and regurgitation soon after feeding. During the clinical examination, the patient had a marked distention evident in the left paralumbar fossa, and the passage of the "Schambye" catheter was unproductive, later with the passage of a smaller caliber catheter, a satisfactory result was obtained, which had repercussions on the decrease of the marked bloat The animal also had cough, dyspnea and expiratory noises Due to the severity of the case, in a few days the animal was euthanized and subsequently necropsy, where a fibrosis was found macroscopically around the esophagus at the time of thoracic entry that caused the organ to narrow , resulting in cranial retention of fresh-looking food bolus. Thromboembolic pneumonia, abscess myocarditis and nephritis were also found in anatomopathological examination.
Informações adicionais: Trabalho de Conclusão de Curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, 2017.
Aparece na Coleção:Medicina Veterinária



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons