Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/19819
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2018_FelipeSpínoladeAraújoRamos.pdf15,23 MBAdobe PDFver/abrir
Título: Desenvolvimento de aplicativo móvel para auxílio de indivíduos com discromatopsia utilizando visão computacional
Autor(es): Ramos, Felipe Spínola de Araújo
Orientador(es): Vidal, Flávio de Barros
Assunto: Daltonismo
Visão por computador
Aplicativos
Processamento de imagens - técnicas digitais
Data de apresentação: 26-Jan-2018
Data de publicação: 4-Abr-2018
Referência: RAMOS, Felipe Spínola de Araújo. Desenvolvimento de aplicativo móvel para auxílio de indivíduos com discromatopsia utilizando visão computacional. 2018. xii, 60 f., il. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Ciência da Computação)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Resumo: Daltonismo é uma deficiência visual não tão rara, visto que aproximadamente 8% da população mundial masculina a possui, que dificulta o indivíduo na distinção de determinadas cores, de acordo com o tipo de daltonismo. Este trabalho propõe uma ferramenta que possa, além de auxiliar indivíduos daltônicos no seu cotidiano a identificar objetos que possuem alguma cor na qual o indivíduo não consiga distingui-la, permitir que qualquer indivíduo com acesso a esta ferramenta descubra se possui ou não daltonismo de uma maneira rápida e eficiente. É proposta, então, a criação de um aplicativo para dispositivos móveis, permitindo maior acessibilidade e visando uma fácil adaptação para futuramente ser utilizado em óculos inteligentes, sendo que o aplicativo é calibrado por meio das imagens do teste de daltonismo mais utilizado no mundo, o teste de Ishihara.
Abstract: Color blindness is a not so rare visual deficiency, since nearly 8% of the male world population is colorblind, which makes it dificult for the individual distinguish certain colors, according to the type of color blindness. This work proposes a tool that can, in addition to help colorblind people in their daily lives to identify objects that have some color in which they can’t distinguish it, allow any person with access to this tool to find out whether or not they have color blindness in a fast and efficient way. Then it is proposed to develop a mobile app, allowing greater accessibility and aiming for an easy adaptation to this metdology be used, in the future, in smart glasses, being that the application is calibrated through the images of the most used color blindness test in the world, the Ishihara test.
Informações adicionais: Trabalho de Conclusão de Curso (graduação)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Exatas, Departamento de Ciência da Computação, 2018.
Aparece na Coleção:Ciência da Computação



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons