Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/1981
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2011_MariaClaraMarquesFagundes.pdf478,27 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Neo-patrimonialismo sem Estado : 20 anos de experiências de governo na Somália
Autor(es): Fagundes, Maria Clara Marques
Orientador(es): Arraes, Virgílio Caixeta
Assunto: Somália - política e governo
Estado
Soberania
Data de apresentação: 2011
Data de publicação: 20-Set-2011
Referência: FAGUNDES, Maria Clara Marques. Neo-patrimonialismo sem Estado: 20 anos de experiências de governo na Somália. 2011. 60 f. Monografia (Especialização em Relações Internacionais)—Universidade de Brasília, Brasília, 2011.
Resumo: Esta monografia consiste na análise das experiências políticas somalis após o colapso do Estado Nacional e em uma visão panorâmica do país desde a independência. Baseiase em revisão bibliográfica, priorizando documentos e estudos de instituições e pesquisadores em contato direto com o país, principal paradigma do conceito de falência/colapso estatal surgido no imediato pós-Guerra Fria. Não há, porém, indícios de que as condições de vida na Somália tenham piorado significativamente desde o fim o regime Siad Barré, que arrastou consigo as estruturas de Estado, em 1991. O norte do país alcançou relativa estabilidade, com formas de governo que combinam elementos democráticos e política clânica tradicional. Conclui-se que, embora a Somália continue a enquadrar-se nas definições de “Estado Falido” de diferentes autores, esse conceito pouco contribui para o entendimento das suas múltiplas experiências pós-Estado. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT
This work comprisis the analysis of the somali political experiences after the collapse of the National State and an overview of the country since independence. Based on literature review, it prioratizes documents and studies of institutions and researchers in close contact with the country. Somalia is a paradigm of State failure / collapse since this concept was developed in the immediate post-Cold War period. There is, however, little elements suggesting that living conditions have worsened since the fall of Siad Barre and the collapse of the National State structures in 1991. The north of the country has achieved relative stability, adopting forms of governance that combine elements of democracy and traditional clan politics. This monograph concludes that although Somalia continues to meet the standards of state failure set by different Western authors, this concept adds little to the understanding of the multiple post-State experiences in Somalia.
Informações adicionais: Monografia (especialização)—Universidade de Brasília, Instituto de Relações Internacionais, 2011.
Aparece na Coleção:Relações Internacionais - Especialização



Todos os itens na BDM estão protegidos por copyright. Todos os direitos reservados.