Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/19597
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_IsadoraTexeiradeMorais.pdf1,18 MBAdobe PDFver/abrir
Título: Alimentação saudável e sustentável na escola de educação infantil Céu de Brasília
Autor(es): Morais, Isadora Teixeira de
Orientador(es): Cruz, Tânia Cristina da Silva
Assunto: Hábitos alimentares
Merenda escolar
Alimentação saudável
Data de apresentação: 11-Dez-2017
Data de publicação: 7-Mar-2018
Referência: MORAIS, Isadora Teixeira de. Alimentação saudável e sustentável na escola de educação infantil Céu de Brasília. 2017. 57 f., il. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Gestão Ambiental)—Universidade de Brasília, Planaltina-DF, 2017.
Resumo: A alimentação saudável é fundamental para assegurar um bom desenvolvimento físico e mental, principalmente para garantir uma boa saúde. Nesse sentido é importante questionar sobre a forma pela qual os alimentos são produzidos, distribuídos e descartados. Diante dessa perspectiva, a alimentação sustentável é uma prática que abrange muito mais que a ação de comer e a disponibilidade de alimentos, considerando os aspectos sociais, econômicos e ambientais de toda cadeia de produção e consumo. Para o desenvolvimento de uma alimentação adequada o fator cultural é crucial, já que os hábitos alimentares são transmitidos principalmente através da família e da escola. A escola como instituição de grande interferência na vida das crianças, se torna um espaço propicio e fundamental para o desenvolvimento de ações sustentáveis e que promovam a saúde. Nesse sentido, é importante salientar que ações desse tipo devem conectar todos, isto é, alunos, familiares, educadores e funcionários, buscando a construção de pensamentos e atitudes que exortem um viver mais saudável e consciente hoje e no futuro Nesse contexto, o objetivo geral desse estudo foi identificar quais práticas realizadas colaboram para a alimentação saudável e sustentável na escola de educação infantil Céu de Brasília. Diante do exposto, a metodologia utilizada baseou-se em um estudo de caso com observação participativa e pesquisa bibliográfica. O processo de pesquisa foi descritivo e apresentação de resultados qualitativa. Como resultado, foram identificadas seis práticas centrais que são realizadas no Céu de Brasília e que colaboram para a alimentação saudável e sustentável. As práticas foram distribuídas em: dieta vegetariana, alimentos orgânicos, preparo dos lanches, resíduos sólidos, educação nutricional e gestão de compras. Conclui-se que o presente estudo possibilitou compreender uma abordagem atual da alimentação saudável caracterizada por uma visão holística que considera a sustentabilidade do conjunto de processos pelos quais os alimentos passam, ou seja, desde sua produção, até o consumo e o descarte. Além disso, as escolas, principalmente as especializadas em educação infantil, atuam como espaço de assimilação e multiplicação de conhecimentos e valores colaborando decisivamente para construção e melhoria dos hábitos alimentares. Ainda, foi constatado que a gestão ambiental pode ser incluída em todas as práticas, com intuito de minimizar os pontos negativos e otimizar os pontos positivos, servindo como instrumento para observação, coleta de informações e implementação de melhorias. Por fim, foram expostas as limitações do estudo e recomendações para futuros trabalhos.
Informações adicionais: Trabalho de Conclusão de Curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Planaltina, 2017.
Aparece na Coleção:Gestão Ambiental



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons