Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/19227
Título: A defesa da região amazônica : uma proposta de aplicação da Estratégia Russa de Antiacesso e Negação de Área (A2/AD)
Autor(es): Quint, Adilson Giovani
Orientador(es): Penna Filho, Pio
Assunto: Defesa nacional
Amazônia
Forças Armadas
Data de apresentação: 2016
Data de publicação: 31-Jan-2018
Referência: QUINT, Adilson Giovani. A defesa da região amazônica: uma proposta de aplicação da Estratégia Russa de Antiacesso e Negação de Área (A2/AD). 2016. [34] f., il. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em Relações Internacionais)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.
Resumo: Este artigo busca analisar os documentos que regulam e orientam a defesa do País (Constituição Federal, Política Nacional de Defesa, Estratégia Nacional de Defesa e Livro Branco da Defesa Nacional) com foco nos pontos relacionados à defesa da região da Amazônia Brasileira, denominados aqui como os marcos teóricos da defesa. Analisa ainda a atual situação das Forças Singulares (Exército, Marinha e Força Aérea) na região amazônica e os principais desafios enfrentados por elas, em função dos meios e efetivos lá desdobrados, na defesa de uma região que ocupa quase metade do país em uma área bastante complexa para a defesa e para o seu desenvolvimento. Em seguida, analisa a estratégia denominada anticesso-negação de área (A2/AD), adotada pela Rússia, dentre outros países. Nesta análise da estratégia russa, são apresentadas as razões para sua adoção e quais capacidades de defesa e materiais de emprego militar que eles têm empregado para que possam manter a soberania e integridade territorial, na essência das palavra. No prosseguimento da análise, baseando-se na estratégia russa, são apresentadas algumas capacidades e materiais de emprego militar que podem ser adquiridos/desenvolvidos para emprego naquela região com a finalidade de incrementar e dissuadir um país ou coalizão de países, que possam ter a intenção de violar a soberania do país. São apresentadas algumas sugestões de estudos de viabilidade, os quais devem visualizar os benefìcios que possam trazer para a defesa da região e, mesmo, para implantar uma estratégia dissuasória consistente. O artigo ainda apresenta de forma sumária os sistemas de vigilância e de controle aéreo que precisam ser integrados para que possam trazer resultados expressivos para a defesa do páis e, consequentemente, para a sociedade brasileira. Na conclusão, é apresentada a ideia, deixada para reflexão de todos os segmentos da sociedade, de que as Forças Singulares estão presentes na região, mas há um longo caminho para o país no sentido de implementar uma estratégia dissuasória na região amazônica e que para isso é necessário orçamento adequado e contínuo e o desevolvimento da indústria de defesa que tenha capacidade de produzir produtos de defesa com tecnologia moderna e autônoma, quando possível.
Abstract: This article analyzes the documents which regulate and guide the defense of the nation (Federal Constitution, National Defense Policy, National Strategy of Defense and White Book on National Defense) focusing on points related to the defense of the Brazilian Amazon region, specified here as the theoretical frameworks of the defense. Still, it analyzes the present situation of the Armed Forces (Army, Navy and Air Force) in the Amazon region and the main challenges faced by them, according to the means and personnel deployed there, in the defense of a region that covers almost half of the country in a very complex area for the defense and for its development. Afterwards, it analyzes the strategy named anti-access/area-denial (A2/AD), adopted by Russia and other countries. In this analysis of the Russian strategy, the reasons for its adoption and which capacities of defense and material of military employment they have been using so that they can maintain their sovereignty and territorial integrity, in the essence of the words, are presented. Carrying on the analysis, and taking into account the Russian strategy, this work presents some capacities and materials for military use that could be acquired/developed for employment in the region with the purpose of incrementing and dissuading a country or a coalition of countries, which may have the intention to violate the sovereignty of the country. Some suggestions of studies of viability, which must visualize the benefits that might be brought to the defense of the region and even to implement a consistent dissuasive strategy, are presented. The article also presents, in summary, the vigilant and aerial control systems that need to be integrated so they can bring meaningful results for the defense of the country and, therefore, for the Brazilian society. In the conclusion, this article presents the idea, left for the reflection of all segments of society, that the Armed Forces are present in the region, but, that the country has a long way to implement a dissuasive strategy in the Amazon region. Consequently, it is necessary to have an appropriate and continuous budget and develop a defense industry that is capable of producing products for defense with modern and autonomous technology, when possible.
Informações adicionais: Trabalho de Conclusão de Curso (especialização)—Universidade de Brasília, Instituto de Relações Internacionais, Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais, XVIII Curso de Especialização em Relações Internacionais, 2016.
Aparece na Coleção:Relações Internacionais - Especialização

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_AdilsonGiovaniQuint.pdf672,47 kBAdobe PDFver/abrir


Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons