Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/19218
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_JéssicaProcópiodeQuadros_tcc.pdf1,31 MBAdobe PDFver/abrir
Título: Persistência do aumento do coeficiente de mortalidade por câncer de próstata no período de 2005 a 2014 no Brasil : uma proposta de intervenção
Autor(es): Quadros, Jéssica Procópio de
Orientador(es): Urdaneta Gutierrez, Maria Margarita
Assunto: Saúde pública
Próstata - câncer
Homens - saúde
Data de apresentação: 13-Dez-2017
Data de publicação: 31-Jan-2018
Referência: QUADROS, Jéssica Procópio de. Persistência do aumento do coeficiente de mortalidade por câncer de próstata no período de 2005 a 2014 no Brasil: uma proposta de intervenção. 2017. 41 f., il. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Gestão em Saúde Coletiva)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Resumo: Esta pesquisa inicia-se pela premissa de que o objeto a ser trabalhado demanda um enfrentamento específico. Trabalhar Problemas de Saúde Pública, principalmente em se tratando de Saúde do Homem, no Sistema Único de Saúde (SUS) é encontrar inúmeras incógnitas, produção científica escassa, lacunas nas estruturas de programas e políticas e discussões recentes. O aumento do coeficiente de mortalidade por câncer de próstata está associado a fatores de múltiplas determinações, demarcado, nesta pesquisa, por um marco conceitual de caixas e setas estabelecendo a dinâmica entre eles. A estratégia, como a utilizada nesta pesquisa, facilita o dia-a-dia dos colaboradores, trabalhadores e usuários do SUS, através da identificação de mecanismos que promova seu efetivo funcionamento. A metodologia de Resolução de Problema em Saúde Pública proposta por Guyer (1998) trabalha com a priorização e enfrentamento dos desafios identificados a partir das realidades a serem modificadas. Dividido nas etapas de: Definição do problema; Quantificação da magnitude do problema; Desenvolvimento de marco conceitual para determinantes chaves do problema baseado em evidências; Identificação e priorização de estratégias de intervenção; e, Implementação da intervenção e avaliação. Este estudo pretende propor alternativas viáveis para mudança do padrão de mortalidade causada pelo adenocarcinoma de próstata no Brasil.
Informações adicionais: Trabalho de Conclusão de Curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Departamento de Saúde Coletiva, 2017.
Aparece na Coleção:Saúde Coletiva - Campus Darcy Ribeiro



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons