Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/18753
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_EduardoMatosdePaulaFélix_tcc.pdf293,83 kBAdobe PDFver/abrir
Registro completo
Campo Dublin CoreValorLíngua
dc.contributor.advisorCarvalho, Erivelto da Rocha-
dc.contributor.authorFélix, Eduardo Matos de Paula-
dc.identifier.citationFÉLIX, Eduardo Matos de Paula. G.H. e Quixote literalmente desocupados. 2017. 35 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Letras Português)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.pt_BR
dc.descriptionTrabalho de Conclusão de Curso (graduação)—Universidade de Brasília, Instituto de Letras, 2017.pt_BR
dc.description.abstractO presente trabalho compara A paixão segundo G.H., de Clarice Lispector, com Dom Quixote, de Miguel de Cervantes. Nesses textos, a experiência e o corpo, instâncias da negatividade ficcional, são inscritas na prosa, configuradas do sentido histórico da linguagem entre o século XVII e XX. Tal sentido concerne à cisão do signo com o mundo que ele representa, justificando certa corrente literária que tem como tema a linguagem e sua impossibilidade representativa. Defende-se que ambos os romances participam conjuntamente dessa corrente, e investiga-se o alheamento da experiência nela. Pelo conceito do figural, de Auerbach, a relação corpo/letra é estabelecida entre os personagens Quixote e G.H.pt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subject.keywordFicçãopt_BR
dc.subject.keywordSubjetividadept_BR
dc.subject.keywordLiteratura modernapt_BR
dc.subject.keywordAnálise literáriapt_BR
dc.subject.keywordLiteraturapt_BR
dc.subject.keywordCervantes , Miguel de, 1547-1616pt_BR
dc.subject.keywordLispector, Clarice, 1920-1977pt_BR
dc.titleG.H. e Quixote literalmente desocupadospt_BR
dc.typeTrabalho de Conclusão de Curso - Graduação - Bachareladopt_BR
dc.date.accessioned2017-12-20T18:48:13Z-
dc.date.available2017-12-20T18:48:13Z-
dc.date.submitted2017-
dc.identifier.urihttp://bdm.unb.br/handle/10483/18753-
dc.language.isoPortuguêspt_BR
dc.description.abstract1The present work compares The passion according to G.H., by Clarice Lispector, with Don Quixote, by Miguel de Cervantes. In those texts, experience and body, categories of fictional negativity, are inscribed in the prose that is configured from the historical sense of language between the seventeenth and the twentieth centuries. This sense refers to the division between sign and world, justifying a literary tendency that has as its theme the language and the representative impossibility. It is argued that both novels participate jointly in this tendency, and it is investigated the alienation from experience in it. By the concept of figural, from Auerbach, the relation body/letter is established between the characters Quixote and G.H.pt_BR
Aparece na Coleção:Letras - Português



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons