Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/18483
Título: Facebook e língua portuguesa : aproximações e afastamentos
Autor(es): Brandão, Clarissa Silva
Orientador(es): Versuti, Andrea Cristina
Assunto: Cibercultura
Sociedade da informação
Facebook (Rede social on-line)
Multiletramentos
Data de apresentação: 30-Jun-2017
Referência: BRANDÃO, Clarissa Silva. Facebook e língua portuguesa: aproximações e afastamentos. 2017. 75 f., il. Trabalho de conclusão de curso (Licenciatura em Pedagogia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Resumo: Este trabalho, intitulado Facebook e Língua Portuguesa: aproximações e afastamentos, teve como objetivo verificar, por meio das produções escritas dos alunos de ensino médio extraídas da rede social Facebook, quais os principais usos que estes fazem do português padrão e do internetês. Além disso, conceituar teoricamente a sociedade da informação, a alfabetização e letramento, os multiletramentos e o letramento digital, bem como a linguagem utilizada na internet, denominada internetês, por meio da perspectiva teórica dos autores Lévy, Santaella, Soares e Kenski. A metodologia escolhida foi a abordagem qualitativa, que visou identificar postagens realizadas a partir de perfis adolescentes em um grupo de Facebook de uma escola pública localizada em Brasília - DF. Os dados colhidos foram analisados com base na análise temática de conteúdo. Concluiu-se, portanto, que há mais afastamentos do que aproximações entre a linguagem padrão e o internetês, considerando que o internetês é uma linguagem nova e criada para a interação em ambiente virtual, e, por esse motivo, apresenta particularidades que a diferem do português ensinado pela educação formal no processo de escolarização.
Abstract: This work, titled Facebook and Portuguese Language: approximations and departures, aimed to verify, through the written productions of high school students extracted from Facebook, what uses they make of standard Portuguese and Internet in the network. In addition, theoretically conceptualize the information society, literacy and literacy, multiletramentos and digital literacy, as well as the language used on the internet, called Internet, through the vision of theorists such as Lévy, Santaella, Soares and Kenski. The methodology was based on the qualitative approach, which aimed to search for posts of teenage profiles in a Facebook group of a public school located in Brasilia. The data collected were analyzed based on the thematic content analysis. It was concluded, therefore, that there are more departures from the standard language than the Internet, considering that the Internet is a new language created for interaction in a virtual environment, and, for this reason, it presents particularities that differ from the Portuguese taught in school.
Informações adicionais: Trabalho de conclusão de curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, 2017.
Aparece na Coleção:Pedagogia

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_ClarissaSilvaBrandao.pdf3.05 MBAdobe PDFver/abrir


Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons