Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/1841
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2011_LeonardoAlbertoFernandesdaCosta.pdf2,12 MBAdobe PDFver/abrir
Título: O lixo eletrônico na Universidade de Brasília : um estudo exploratório
Autor(es): Costa, Leonardo Alberto Fernandes da
Orientador(es): Machado, Patrícia Fernandes Lootens
Assunto: Lixo eletrônico
Educação ambiental
Lixo - reciclagem
Universidade de Brasília (UnB)
Data de apresentação: 9-Fev-2011
Data de publicação: 19-Ago-2011
Referência: COSTA, Leonardo Alberto Fernandes da. O lixo eletrônico na Universidade de Brasília: um estudo exploratório. 2010. 59 f., il. Monografia (Licenciatura em Química)-Universidade de Brasília, Brasília, 2010.
Resumo: O aumento da produção de resíduos advindos de equipamentos eletroeletrônicos se tornou um problema de âmbito mundial. Os maiores geradores desse tipo de material são as grandes universidades, empresas e centros tecnológicos. Nessa perspectiva, este trabalho propõe a inserção do tema lixo eletrônico na formação de professores e alunos de química. O objetivo principal desse trabalho foi elucidar a rota desse material na Universidade de Brasília através de um estudo exploratório, aqui apresentado, visando desenvolver valores e atitudes mais críticas da comunidade desta instituição em relação ao e-lixo e ao meio ambiente. Inicialmente, foi realizada uma revisão de literatura sobre o lixo tecnológico no Brasil e no mundo. Nessa revisão foi apresentada uma retrospectiva desde o surgimento do termo e-lixo como sinônimo de problema até os mais importantes encontros que abordaram a temática, assim como seus principais objetivos. O material aqui proposto poderá esclarecer a relação da UnB com o lixo eletrônico, evidenciando problemas e apontando soluções, mesmo que ainda não institucionalizadas, visando melhorar esta relação e contribuir com a formação de cidadãos mais comprometidos com as questões ambientais.
Informações adicionais: Monografia (graduação)—Universidade de Brasília, Instituto de Química, 2010.
Aparece na Coleção:Química



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons