Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/18262
Título: Os agentes que mobilizam a fé no Candomblé : um estudo de caso a partir do nascimento de Ya Osun Omilewà
Autor(es): Brito, Jackeline Macksuelen Ribeiro de
Orientador(es): Neves, Fabrício Monteiro
Assunto: Candomblé
Religião
Data de apresentação: 2016
Referência: BRITO, Jackeline Macksuelen Ribeiro de. Os agentes que mobilizam a fé no Candomblé: um estudo de caso a partir do nascimento de Ya Osun Omilewà. 2016. 47 f., il. Trabalho de conclusão de curso (Bacharelado em Ciências Sociais)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.
Resumo: O candomblé no Brasil tem sido objeto de estudo ao longo dos anos. Grandes autores como Roger Bastide, Reginaldo Prandi e Nina Rodrigues se debruçaram sobre suas práticas e ritos. Dando continuidade aos estudos que buscam compreender o funcionamento dessa religião de matriz africana, o presente trabalho tomará para análise um terreiro de candomblé de nação Ketu localizado no município goiano de Águas Lindas de Goiás, o Ilê Axé Odé Erinlé. O principal objetivo é cartografar e analisar a rede de agentes, e a agência dos elementos presente nesse terreiro, os quais constituem, sustentam e mobilizam a crença e a fé. Para tanto, serão empregados de forma seletiva determinados pontos da Teoria Ator Rede (TAR), do antropólogo, sociólogo e filósofo francês Bruno Latour. Como fornece elementos suficientes para que sua abordagem seja ampliada para outras áreas de pesquisa, certos pontos de sua teoria social alternativa, como a simetrização entre humanos e não-humanos e a figura do ator/actante, serão tomados como pontos de partida. Entretanto, haja vista que o campo nos apresentou novos elementos e Latour se limitou à simetrização de humanos e não-humanos, desconsiderando, assim, outros seres que não são passíveis de enquadramento em nenhum dos dois grupos, necessitamos ir adiante. Desta forma, apoiados na TAR, analisamos a agência dos elementos humanos, não-humanos - animais, vegetais e minerais -, e daqueles considerados super-humanos, os orixás, para o estabelecimento do ritual em tela. Para atingir os objetivos propostos foram utilizadas notas obtidas por meio de uma pesquisa etnográfica realizada junto ao Ilê Axé Odé Erinlé, na qual a técnica da observação participante foi adotada ao longo de quase três anos. Vale destacar que, após esse período, a pesquisadora se iniciou na religião. Assim, para além das notas, também utilizamos dados obtidos por meio de nossa vivência particular na comunidade.
Abstract: Candomblé in Brazil has been the subject of study over the years. Important authors such as Roger Bastide, Reginaldo Prandi and Nina Rodrigues focused on it’s practices and rites. Giving continuity to the studies that have tried to understand the functioning of this African matrix religion, the present work will take for analysis a terreiro of candomblé (Ketu nation) located in the goiano’s county of Águas Lindas de Goiás, the Ilê Axé Odé Erinlé. The main objective is to map and analyze the network of agents, and the agency of the elements present in this terreiro, which constitute, sustain and mobilize it’s faith and beliefs. In this sense, certain points of the Theory Network Actor (ANT), of the anthropologist, sociologist and French philosopher Bruno Latour, will be used. As Latour provides enough elements for his approach to be expanded to other areas of research, certain points of his alternative social theory, such as the symmetry between humans and nonhumans and the figure of the actor / actant, will be taken as starting points. However, as the field of research presented us with new elements and Latour limited himself to the symmetrization of humans and nonhumans, thus disregarding other actors who can not be framed in one of the two groups, we need to go further. In this way, supported by the ANT, we analyze the agency of human, non-human elements - animals, plants and minerals - and of those considered superhuman, the orixás. To achieve the proposed objectives, we used notes obtained through an ethnographic research carried out with Ilê Axé Odé Erinlé, in which the participant’s observation technique was practiced over almost three years. It should be mentioned that, after this period, the researcher joined the religion. Thus, in addition to the notes, we also use the data obtained through our personal experience in the community.
Informações adicionais: Trabalho de conclusão de curso (graduação)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Departamento de Sociologia, 2016.
Aparece na Coleção:Ciências Sociais - Sociologia

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_JackelineMacksuelenRibeiroBrito.pdf840.17 kBAdobe PDFver/abrir


Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons