Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/18005
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_LaisGarretoChagas_tcc.pdf2,05 MBAdobe PDFver/abrir
Título: Avaliação da atividade proteolítica salivar de paciente com Síndrome de Sjögren
Outros títulos: Evaluation of salivary proteolitic activity of patient with Sjögren’s Syndrome
Autor(es): Chagas, Laís Garreto Alves de Almeida
Orientador(es): Poppe, Ana Carolina Acevedo
Coorientador(es): Bastos, Izabela Marques Dourado
Assunto: Síndrome de Sjögren
Glândulas salivares
Data de apresentação: 25-Mai-2017
Data de publicação: 24-Out-2017
Referência: CHAGAS, Laís Garreto Alves de Almeida. Avaliação da atividade proteolítica salivar de paciente com Síndrome de Sjögren. 2017. Trabalho de conclusão de curso (Bacharelado em Odontologia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Resumo: A Síndrome de Sjögren (SS) é uma doença sistêmica autoimune, com inflamação crônica de glândulas exócrinas, principalmente as salivares e lacrimais. Diversos trabalhos têm relatado a saliva como um meio potencial de diagnóstico de várias doenças, pois a identificação de biomarcadores salivares permitiria o diagnóstico de patologias. O objetivo desse estudo foi avaliar a atividade enzimática de proteases na saliva de pacientes com diagnóstico de Síndrome de Sjögren (SS) e de pacientes saudáveis, com intuito de identificar possíveis marcadores biológicos para SS. Para esse propósito, foram analisadas amostras de saliva total de 40 indivíduos, em estudo de caso controle. A saliva total estimulada foi coletada em jejum e, após centrifugada a 10.000 rpm, por 10 minutos, foi armazenada a -80ºC. As proteínas totais foram quantificadas. Para a caracterização da atividade proteolítica, as amostras foram testadas com substratos sintéticos e inibidores de proteases, em espectrofotômetro, e testadas por zimografia na presença de inibidores. A proteólise do substrato Gly-Pro-AMC e sua inibição pelo AEBSF indica que essa enzima pertence à família de serino-proteases, possivelmente uma DPP- 4. Em zimografia, as bandas de atividade inibidas pelo EDTA indicam que a atividade proteolítica pertence à família de metaloproteases (MMP), possivelmente MMP-2 e MMP-9. Os resultados obtidos sugerem que a atividade proteolítica salivar difere entre os grupos avaliados. Estudos mais aprofundados serão necessários, a fim de melhor compreender o papel das proteases estudadas na patogênese da SS.
Abstract: Sjögren’s Syndrome is an autoimmune disease with chronicle inflammation of the exocrine glands, mainly the salivary and lacrimal. Several authors have suggested saliva as a potential tool for diagnosing pathological conditions by the identification of salivary biomarkers. The aim of the present study was to evaluate the enzymatic activity of protease in the saliva of patients diagnosed with Sjögren Syndrome (SS) and healthy patients, in order to identify potential biological markers for SS. For this purpose, whole saliva samples from 40 individuals were analyzed. The stimulated whole saliva was collected under fasting conditions and centrifuged to 10.000 rpm for 10 minutes. All samples were stored at -80ºC. The total proteins were quantified. To characterize the proteolytic activity, the samples were tested with synthetic substrates and protease inhibitors, in spectrophotometer, and tested by zymography in the presence of inhibitors. The proteolysis of the substrate Gly-Pro-AMC and its inhibition by AEBSF suggested that the enzyme belongs to the serine-protease’s family, probably DPP-4. In zymography assays, the activity bands inhibited by EDTA indicated that the proteolytic activity belongs to the metalloprotease’s (MMP) family, probably MMP-2 and MMP-9. The results obtained suggest that the salivary proteolytic activity differs between the assessed groups. Further studies are necessary, in order to better understand the role of the studied proteases in pathogenesis of the SS.
Informações adicionais: Trabalho de conclusão de curso (graduação)—Universidade de Brasília, 2017.
Aparece na Coleção:Odontologia



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons