Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/17958
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_IsabelaBarbosaRego_tcc.pdf2,04 MBAdobe PDFver/abrir
Título: Estudo retrospectivo da ocorrência de dermatofitose nos felinos domésticos atendidos no Hospital Veterinário da UnB entre os anos de 2016-2017
Autor(es): Rêgo, Isabela Barbosa
Orientador(es): Martins, Christine Souza
Assunto: Micoses - animais
Dermatomicose
Gato - doenças
Data de apresentação: Jul-2017
Data de publicação: 16-Out-2017
Referência: RÊGO, Isabela Barbosa. Estudo retrospectivo da ocorrência de dermatofitose nos felinos domésticos atendidos no Hospital Veterinário da UnB entre os anos de 2016-2017. 2017. xii, 52 f., il. Trabalho de conclusão de curso (Bacharelado em Medicina Veterinária)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Resumo: A dermatofitose é uma infecção superficial de pele causada por fungos de grande relevância para os felinos. O estudo dessa doença é importante não apenas do ponto de vista científico como também para saúde pública por se tratar de uma zoonose. O objetivo do presente trabalho foi realizar uma análise quantitativa dos casos de dermatofitose nos felinos domésticos atendidos no Hospital Veterinário da UnB no período de janeiro de 2016 a abril de 2017 e sua distribuição em relação à idade, sexo, raça e presença ou não de infecção pelo vírus da leucemia felina ou da imunodeficiência felina, bem como o método de diagnóstico e o tratamento escolhido. Por meio da ata de atendimento do serviço de Medicina Felina do HVet, foram selecionados os pacientes com suspeita de dermatofitose para o estudo e seus prontuários foram analisados. 45 felinos foram diagnosticados com dermatofitose. A maioria desses pacientes tinha menos de um ano de idade, não foi observada predisposição sexual e felinos sem raça definida foram mais acometidos. O agente da dermatofitose mais isolado foi o Microsporum canis e as lesões mais comuns foram alopecia, crostas e escamas. A maioria dos diagnósticos foi feita através da lâmpada de Wood e culturas fúngicas. O tratamento sistêmico com itraconazol foi o mais recomendado e a maioria dos animais teve o tempo de cura entre 31 a 60 dias. Como recomendação para pesquisas futuras, são sugeridas a ampliação do recorte temporal e de lócus de pesquisa, possibilitando a identificação de um perfil mais amplo da dermatofitose.
Abstract: Dermatophytosis is a superficial skin infection caused by fungi of great relevance to cats. The study of this disease is important not only for the academy but also for public health because it is a zoonosis. The objective of the present study was to make a quantitative analysis of the cases of dermatophytosis in cats treated at the Hospital Veterinário da UnB from January 2016 to April 2017 and its association in relation to age, sex, breed and presence of feline leukemia virus or feline immunodeficiency infection, as well as clinical presentation, diagnosis, treatment of choice and recurrence of the disease, through the collection of data from medical records. 45 cats were diagnosed with dermatophytosis. Most of these patients were under one year of age, no gender predisposition was observed and mixed-breed cats were more frequently affected. The most isolated dermatophytosis agent was Microsporum canis, and the most common lesions observed were alopecia, crusts xi and scales. Most cases were diagnosed through Wood's lamp and fungal cultures. Systemic treatment with itraconazole was the most recommended and most animals were considered cured after 31 to 60 days of treatment. As a recommendation for future research, is suggested the extension of the temporal cut and the locus of research, making it possible to identify a broader profile of dermatophytosis.
Informações adicionais: Trabalho de conclusão de curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, 2017.
Aparece na Coleção:Medicina Veterinária



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons