Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/17935
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_BrendaDeMouraBezerra_tcc.pdf628,5 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Avaliação da qualidade de sementes comerciais de sorgo disponibilizadas aos produtores rurais do Distrito Federal e Entorno
Autor(es): Bezerra, Brenda de Moura
Orientador(es): Fagioli, Marcelo
Assunto: Sorgo - sementes
Sementes - qualidade
Data de apresentação: Jul-2017
Data de publicação: 5-Out-2017
Referência: BEZERRA, Brenda de Moura. Avaliação da qualidade de sementes comerciais de sorgo disponibilizadas aos produtores rurais do Distrito Federal e Entorno. 2017. 26 f., il. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Agronomia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Resumo: O sorgo vêm se destacando no cenário agrícola por apresentar diversas alternativas de cultivo e uso. A aquisição de sementes de alta qualidade fisiológica torna-se essencial para garantir uma elevada produtividade da cultura. Sendo assim, o objetivo deste trabalho foi avaliar a qualidade de sementes de sorgo comercializadas no Distrito Federal e Entorno. Para isto, foram utilizadas cinco cultivares (BRS 330, BRS 802, DKB 540, 1G 245 e ATLÂNTICA MR43). As sementes foram avaliadas quanto à porcentagem de germinação (25°C/5 dias), e pelos testes de vigor - envelhecimento acerelado (41°C/96h) e condutividade elétrica (50s/75mL/25°C/24h), e também foi avaliada a danificação mecânica pelos corantes Verde Rápido ou Fast Green (Verde Malaquita) (100s/0,1%/2 min.) e Amaranth (100s/0,25%/5 min.). Verificou-se pela análise estatística que os valores de germinação e vigor (envelhecimento acelerado e condutividade elétrica) identificaram diferenças entre os genótipos para a qualidade fisiológica. Porém, as porcentagem observadas em ambos os corantes na quantificação da danificação mecânica não mostraram diferença estatística significativa entre os genótipos. Também pode ser observado que quando o pericarpo das sementes é de coloração branca os dois corantes podem ser usados, e em sementes de pericarpo escuro o corante Verde Rápido é o mais indicado. Desta maneira, pode-se concluir que as cultivares de sorgo comercializadas no DF e Entorno apresentam condições de comercialização por se enquadrarem na porcentagem mínima de germinação exigida pelo Ministério da Agricultura, e que a intensidade de danificação mecânica determinada nas sementes de sorgo não foi relacionada diretamente com a perda de qualidade fisiológica.
Informações adicionais: Trabalho de Conclusão de Curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, 2017.
Aparece na Coleção:Agronomia



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons