Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/17454
Título: Desafios para a prestação do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) para idosos de acordo com a Política de Assistência Social
Autor(es): Carvalho, Yara Maria Vieira de
Orientador(es): Albuquerque, Miriam de Souza Leão
Assunto: Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV)
Política de Assistência Social
Idosos - qualidade de vida
Idosos
Data de apresentação: 2017
Referência: CARVALHO, Yara Maria Vieira de. Desafios para a prestação do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) para idosos de acordo com a Política de Assistência Social. 2017. 98 f., il. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Serviço Social)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Resumo: Este Trabalho de Conclusão de Curso tem como objetivo geral analisar os desafios para a prestação do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) para idosos de acordo com a Política de Assistência Social. Objetiva, também, compreender como esse serviço para os idosos pode contribuir para a inserção social, cidadania e melhoria da qualidade de vida. Parte-se da hipótese de que a atual conjuntura marcada por um Estado mínimo para o social tem repercussões que comprometem a Política de Assistência Social, e, consequentemente, a oferta do SCFV para idosos. O estudo trata-se de uma pesquisa qualitativa, baseada no método do materialismo histórico dialético. Utilizou-se como técnica a revisão bibliográfica com a realização da leitura de parte dos artigos científicos buscados no banco de dados do Scielo. Autores que são referência em Assistência Social foram diretamente buscados, tais como Behring, Boschetti e Iamamoto, e procurou-se por outras produções acadêmicas no Scielo por meio das palavras-chave: assistência social, cidadania, qualidade de vida, envelhecimento, idosos, serviço socioassistencial. A produção sobre o SCFV foi encontrada apenas em sites universitários (11 artigos, 06 trabalhos de conclusão de curso e 02 dissertações de mestrado). A metodologia consiste em bola de neve (snowball), pois as referências dos artigos utilizados foram analisadas para se alcançar outras produções sobre o assunto. Os estudos encontrados demonstram que o SCFV não tem sido ofertado conforme a Tipificação, fato que interfere nos objetivos a que se predispõe. A fragilidade no vínculo empregatício dos trabalhadores do SUAS, o sucateamento dos equipamentos que ofertam o SCFV, a falta de recursos materiais e humanos e a alta rotatividade de trabalhadores estão entre os desafios para que a Política de Assistência Social preste o SCFV adequadamente. A conjuntura demonstra um momento de precarização nas políticas públicas que se reflete na oferta inadequada do SCFV, o que torna pequena as contribuições desse serviço para a cidadania e para a prevenção dos direitos dos idosos. Contudo, o SCFV contribui para a inserção social, para o fortalecimento de vínculos dos idosos e para a melhoria da qualidade de vida.
Informações adicionais: Trabalho de conclusão de curso (graduação)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Humanas, Departamento de Serviço Social, 2017.
Aparece na Coleção:Serviço Social

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_YaraMariaDeCarvalho_tcc.pdf985,94 kBAdobe PDFver/abrir


Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons