Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/17139
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_ThaisLoboJunqueira_tcc.pdf9,92 MBAdobe PDFver/abrir
Título: Representações discursivas em vídeos produzidos por estudantes do ensino médio do Centro Educacional Gisno e a violência nas escolas públicas do DF
Autor(es): Junqueira, Thaís Lôbo
Orientador(es): Batista, Eni Abadia
Assunto: Violência na escola
Escolas públicas
Data de apresentação: 2015
Data de publicação: 9-Jun-2017
Referência: JUNQUEIRA, Thaís Lôbo. Representações discursivas em vídeos produzidos por estudantes do ensino médio do Centro Educacional Gisno e a violência nas escolas públicas do DF. 2015. 100 f., il. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em Letramento e Práticas Interdisciplinares nos Anos Finais)—Universidade de Brasília, Brasília, 2015.
Resumo: A pesquisa Representações Discursivas em Vídeos Produzidos por Estudantes do Ensino Médio do Centro Educacional Gisno e a Violência nas Escolas Públicas do DF tem como objetivo apresentar o quadro da violência nas escolas públicas do DF e a análise das representações discursivas em textos multimodais produzidos por estudantes do ensino médio do Centro Educacional Gisno (CED Gisno) entre 2011 e 2012. Nesse contexto, desenvolve-se um conjunto de procedimentos para a análise multimodal de vídeos. Em seguida, aplica-se esse modelo à análise das imagens dos vídeos e das representações discursivas nos vídeos, relacionando-as com a realidade social das escolas do DF. Realiza-se, para tanto, a análise de um corpus constituído por três vídeos produzidos durante as aulas de Língua Estrangeira Moderna-Inglês (LEM-Inglês) por estudantes do CED Gisno entre 2011 e 2012 para o projeto GISARTE em Movimento, respondendo à seguinte questão: a) Como os textos multimodais dos três vídeos selecionados representam discursivamente a violência escolar nas escolas públicas do DF? Discutem-se os conceitos de Multimodalidade, de Teoria da Semiótica Social da Multimodalidade e de Transcrição Videográfica, bem como as Representações de Violência Escolar, adotando-se a metodologia de pesquisa qualitativa. As categorias de análise utilizadas são fundamentadas na metodologia de transcrição videográfica de Baldry e Thibault (2006). As análises das Representações Visuais apoiam-se na Teoria Semiótica Social Multimodal de Kress (2010), no trabalho de Kress e van Leeuwen ([1996] 2006), no estudo sobre as cores de van Leeuwen (2001), nos estudos sobre violência no âmbito da Saúde e Sociedade (MINAYO, 2009) e da Educação (CALIMAN, 2005). Tais análises revelam que as representações sobre a violência escolar nos textos multimodais dos vídeos produzidos por estudantes do ensino médio reproduzem uma realidade social cujos atributos mais recorrentes representam uma violência a nível estrutural, institucional, cultural, interpessoal e auto-afligida que não se enquadra no código jurídico penal, mas cuja repetição é capaz de provocar danos graves na comunidade escolar a nível material, físico e emocional. Levando-se em conta os aspectos sociais e culturais, os recursos visuais utilizados nas representações da violência escolar, nos vídeos, revelam um discurso de que a impunidade é a regra, o que estimula o ciclo vicioso da violência escolar. Como resultado do presente estudo, evidencia-se a existência de traços de violência de teor simbólico, manifestados nas representações discursivas dos vídeos, os quais já se encontram enraizados nas escolas públicas do DF.
Abstract: The Research Discoursive Representations in Videos Produced by High School Students of Centro Educacional Gisno (CED Gisno) and Violence in the Public Schools of Federal District (DF) aims to show a picture of violence in the public schools of the DF and make the analysis of the discursive representations in multimodal texts produced by CED Gisno high school students between 2011 and 2012. In this sense, it develops a set of procedures for multimodal video analysis. Then it applies this model in order to analyze the images of videos and the discursive representations in the videos, relating them to the social reality of DF schools. In order to achieve the research goal, the analysis of a corpus comprising three videos produced during the English as a Foreign Language classes (LEMEnglish) by students of CED Gisno between 2011 and 2012 for GISARTE em Movimento project, was carried out as to answer the following question : a) How multimodal texts of the three selected videos discursively represent school violence in the public schools of the DF? The study addresses the concepts of Multimodality, of Social Theory of Multimodal Semiotics and Videographic Transcription as well as Representations of School Violence. The qualitative research methodology was used and the categories of analysis are essentially based on the videographic transcription methodology adopted by Baldry and Thibault (2006). Analyses of Visual Representations are based on the Social Theory of Multimodal Semiotics of Kress (2010), on Kress and van Leeuwen’s work ([1996] 2006), on the study of colours by van Leeuwen (2001) and on the studies on violence within the Health and Society field by Minayo (2009) and within Education field by Caliman (2005). Such analyzes reveal that the representations on school violence in multimodal texts of the videos produced by high school students reproduce a social reality whose most recurrent attributes represent a structural, institutional, cultural, interpersonal and self-distressed violence that does not fit in criminal legal code, but its repetition is capable of causing severe damage to the school community at a material, a physical and an emotional level. Taking into account the social and cultural aspects, the visual resources used in the representations of school violence in the chosen videos reveal a speech that impunity is the rule, which stimulates the vicious cycle of school violence. As a result of this study, it highlights the existence of a symbolic content of traces of violence, manifested in the discursive representations of the videos, which are already rooted in the public schools of the DF.
Informações adicionais: Trabalho de Conclusão de Curso (especialização)—Universidade de Brasília, Ministério da Educação, Coordenação de Formação Continuada de Professores, Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal, Especialização em Letramento e Práticas Interdisciplinares nos Anos Finais, 2015.
Aparece na Coleção:Letramento e Práticas Interdisciplinares nos Anos Finais



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons