Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/17118
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_AiltonFernandoDeOliveira_tcc.pdf608,37 kBAdobe PDFver/abrir
Título: A leitura e a escrita por meio do uso das tecnologias na perspectiva interdisciplinar : uma análise da prática pedagógica no 9º ano do ensino fundamental
Autor(es): Oliveira, Ailton Fernando de
Orientador(es): Corgosinho, Isabel Cristina
Assunto: Abordagem interdisciplinar do conhecimento na educação
Desenvolvimento escolar
Tecnologia na educação
Data de apresentação: 5-Dez-2015
Data de publicação: 7-Jun-2017
Referência: OLIVEIRA, Ailton Fernando de. A leitura e a escrita por meio do uso das tecnologias na perspectiva interdisciplinar: uma análise da prática pedagógica no 9º ano do ensino fundamental. 2015. 55 f., il. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em Letramento e Práticas Interdisciplinares nos Anos Finais)—Universidade de Brasília, Brasília, 2015.
Resumo: Este trabalho investiga como o uso das tecnologias favorece o desenvolvimento de competências e habilidades de leitura e escrita no 9º ano do ensino fundamental, levando em consideração os letramentos de alunos e professores no manuseio das tecnologias e das novas tecnologias, pelo trabalho interdisciplinar no Centro de Ensino Fundamental 02 de Planaltina/DF. Vive-se um momento em que as tecnologias ocupam o cenário no mundo globalizado; as pessoas têm fácil acesso a elas principalmente com o advento da internet, que proporciona letramentos como aliados no desenvolvimento da leitura e da escrita. O uso de tecnologias no mundo atual faz com que os recursos utilizados no cotidiano dos alunos e dos professores reflitam diretamente na prática pedagógica. O cenário do mundo tecnológico dentro e fora da escola busca interagir como ferramenta de apoio e auxílio na metodologia desenvolvida para a prática do saber. O presente trabalho foi realizado pautando-se em uma pesquisa empírica de campo, que combina a qualitativa e a quantitativa com estudo de caso, direcionado aos saberes da leitura e escrita, com enfoque no uso das tecnologias em uma perspectiva interdisciplinar, salientando competências com o auxilio e suporte nas aulas, por meio do diálogo entre as linguagens tradicionais e as novas tecnologias. No dia 08/04/15 na coordenação coletiva, 09 professores responderam 08 questões sobre sua atuação com as tecnologias em sala de aula. No dia 09/04/15 aconteceu uma conversa com os alunos sobre o assunto, e foi pedido aos alunos que produzissem perguntas e resposta sobre as tecnologias usadas na escola. Mesmo com a conversa os alunos encontraram dificuldades na atividade proposta. A primeira pesquisa executada no dia 15/04/15 dispôs do uso de questionários com perguntas subjetivas, aplicados entre alunos do 9º ano do ensino fundamental, entre 14 anos e 16 anos, sendo 16 meninas e 17 meninos, onde 07 do total não participaram. No dia 23/04/15 foi aplicado novo questionário a 40 alunos de turmas diferentes do 9º ano A, B, C e D, com perguntas e respostas objetivas. As questões visam identificar a importância das novas tecnologias na prática pedagógica e sua funcionalidade para a educação, os reflexos na escola, o grau de interesse tanto do aluno como do professor por essas ferramentas pedagógicas. Refletem também os desejos dos que já fazem uso dessas tecnologias fora da escola. Nesse sentido, o uso didático funciona como uma linguagem que interage na concepção interdisciplinar dentro do contexto escolar e é altamente motivador, por isso precisam ser pensados e inclusos no planejamento coletivo e nos planos de aula de cada professor. É fato que os professores ainda encontram dificuldades em conduzir a prática educativa por meio do uso das tecnologias, mas há a necessidade de inserção tecnológica dentro do planejamento coletivo. Entender a realidade da escola é enxergar o momento com outra expectativa e abrir espaço para novas oportunidades. O desejo de utilização das novas tecnologias em sala de aula como auxilio na perspectiva interdisciplinar para a leitura e a escrita é consenso entre professores e alunos.
Informações adicionais: Trabalho de Conclusão de Curso (especialização)—Universidade de Brasília, Ministério da Educação, Coordenação de Formação Continuada de Professores, Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal, Curso de Especialização em Letramento e Práticas Interdisciplinares nos Anos Finais, 2015.
Aparece na Coleção:Letramento e Práticas Interdisciplinares nos Anos Finais



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons