Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/1688
Título: Gerenciamento da segurança operacional nas organizações de manutenção aeronáutica
Autor(es): Honorato, Roberto José Silveira
Orientador(es): Shimoishi, José Matsuo
Lemos, Ronaldo Jenkins de
Assunto: Aeronáutica - medidas de segurança
Acidentes aéreos
Sistema de Gerenciamento da Segurança Operacional (SGSO)
Data de apresentação: Nov-2009
Data de publicação: 11-Mai-2011
Referência: HONORATO, Roberto José Silveira. Gerenciamento da segurança operacional nas organizações de manutenção aeronáutica. 2009. 60 f. Monografia (Especialização em Gestão da Aviação Civil)-Universidade de Brasília, Brasília, 2009.
Resumo: Nos últimos cinquenta anos, sucederam-se evoluções na forma com que a Segurança (safety) na aviação civil vinha sendo abordada e tratada. O foco da promoção da segurança esteve nos aspectos técnicos, nos fatores humanos e nos fatores organizacionais. Nos dias atuais, encara-se a abordagem sistêmica destes fatores como o caminho para a redução dos riscos à segurança a níveis aceitáveis. A redução dos riscos à segurança a níveis aceitáveis, atualmente, é a definição para segurança. Admite-se como inalcançável o cenário em que não há riscos à segurança. A Organização Internacional de Aviação Civil – OACI recomenda, nos anexos 1, 6, 11, 13 e 14 à Convenção de Chicago, que os Estados signatários estabeleçam um State Safety Program (SSP), com o objetivo de alcançar um aceitável nível de segurança. Ainda, recomenda que os Estados requeiram das diversas entidades que constituem a aviação civil o estabelecimento de um Safety Management System (SMS), chamado no Brasil como Sistema de Gerenciamento da Segurança Operacional (SGSO). O presente trabalho aborda o assunto no ambiente das Organizações de Manutenção Aeronáutica, com o objetivo de analisar a aplicabilidade das ferramentas propostas pelo Sistema de Gerenciamento da Segurança Operacional. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT
In the last fifty years the way the safety in civil aviation was discussed and dealt evolved. The focus was the promotion of safety in the technical, human and organizational factors. Nowadays it takes a systemic approach of these factors to reduce risks to acceptable levels of safety (ALoS). The reduction of risks to acceptable levels, currently, is the setting for safety. It is accepted that the scenario in where there isn’t risk to safety is unachievable. The International Civil Aviation Organization - ICAO provides in Annexes 1, 6, 11, 13 and 14 to the Chicago Convention, that the signatory states shall establish a State Safety Program (SSP), with the objective of reach an acceptable level of safety. Still, recommended that states requires of the various entities that constitute civil aviation to establish a Safety Management System (SMS), known in Brazil as the Sistema de Gerenciamento da Segurança Operacional (SGSO). This paper addresses the matter in the environment of aircraft maintenance organizations in order to evaluate the applicability of the tools proposed by the Safety Management System.
Informações adicionais: Monografia (especialização)—Universidade de Brasília, Centro de Formação de Recursos Humanos em Transportes, 2009.
Aparece na Coleção:Gestão da Aviação Civil

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2009_RobertoJoseSilveiraHonorato.pdf703.31 kBAdobe PDFver/abrir


Todos os itens na BDM estão protegidos por copyright. Todos os direitos reservados.