Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/16830
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_JoseReinaldoOliveira_tcc.pdf1,49 MBAdobe PDFver/abrir
Título: Diversidade como valor civilizatório na escola : o papel do coordenador pedagógico no contexto das relações étnico-raciais
Autor(es): Oliveira, José Reinaldo
Orientador(es): Santos, Rita Silvana Santana dos
Coorientador(es): Silva, Lucilene Costa e
Assunto: Coordenação pedagógica
Diversidade na escola
Discriminação na educação
Racismo
Data de apresentação: 19-Dez-2015
Data de publicação: 10-Mai-2017
Referência: OLIVEIRA, José Reinaldo Oliveira. Diversidade como valor civilizatório na escola: o papel do coordenador pedagógico no contexto das relações étnico-raciais. 2015. 80 f., il. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em Coordenação Pedagógica)—Universidade de Brasília, Brasília, 2015.
Resumo: O presente trabalho monográfico apresenta e problematiza as discussões do eixo transversal diversidade e suas interfaces com a educação para as relações étnico-raciais no contexto da escola pública do Distrito Federal. O objetivo foi compreender a relevância do trabalho do Coordenador Pedagógico na construção e consolidação dos valores civilizatórios africanos e afro-brasileiros tratados no Projeto Orgulho e Consciência Negra, carro-chefe das atividades pedagógicas de uma escola que localiza-se na Região Administrativa de Ceilândia. Esta é uma pesquisa de abordagem qualitativa, com um enfoque no método de Estudo de Caso. Os professores respondentes foram entrevistados (Entrevista Semiestruturada) e suas falas foram submetidas à análise de conteúdo. O referencial teórico apoiou-se, sobretudo, nas obras de Darcy Ribeiro, Kabengele Munanga e Miguel Arroyo. Por meio do conceito de diversidade descobre-se o imperativo da construção de nossas diferenças, sejam elas raciais, religiosas, culturais, de gênero, de classe, físicas ou estéticas, da mesma forma que abre caminhos para se compreender a urgência da aceitação dessas diferenças como dimensões vitais daquilo que nos constitui enquanto povo multicultural. Assim, entende-se o currículo como uma construção intencional de saberes e práticas voltadas à valorização do humano, em todas as suas manifestações, para além do ensino cristalizado dos conteúdos, o que reforça o ensino de valores civilizatórios, como a solidariedade, a tolerância, a alteridade e o respeito ao diferente. O Coordenador Pedagógico deve ser encarado como o grande articulador entre o fazer pedagógico docente e as propostas curriculares da rede, ajudando na consolidação dos valores africanos e afro-brasileiros e no combate ao racismo.
Informações adicionais: Trabalho de Conclusão de Curso (especialização)—Universidade de Brasília, Ministério da Educação, Centro de Estudos Avançados Multidisciplinares, Centro de Formação Continuada de Professores, Secretaria de Educação do Distrito Federal, Escola de Aperfeiçoamento de Profissionais da Educação, Curso de Especialização em Coordenação Pedagógica, 2015.
Aparece na Coleção:Coordenação Pedagógica



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons