Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/16766
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_CleicianeLobatoDaSilva_tcc.pdf1,02 MBAdobe PDFver/abrir
Título: O ambiente virtual de aprendizagem e a avaliação formativa dos alunos
Autor(es): Silva, Cleiciane Lobato da
Orientador(es): Barrenechea, Cristina Azra
Coorientador(es): Santos, Janaína de Araújo Teixeira
Assunto: Tecnologia na educação
Professores - prática profissional
Ambientes virtuais de aprendizagem
Data de apresentação: Dez-2015
Data de publicação: 4-Mai-2017
Referência: SILVA, Cleiciane Lobato da . O ambiente virtual de aprendizagem e a avaliação formativa dos alunos. 2015. 58 f., il. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em Coordenação Pedagógica)—Universidade de Brasília, Brasília, 2015.
Resumo: Este estudo teve como objetivo principal analisar as motivações que levam os professores do Centro Educacional 14 de Ceilândia a utilizarem o ambiente virtual de aprendizagem em suas avaliações formativas, buscando por meio do conhecimento, compreender fatores que contribuem para que os docentes tenham o meio tecnológico como uma ferramenta a mais em suas práticas pedagógicas. O entendimento dessa nova realidade dar-se por todo contexto social que estamos inseridos, a tecnologia passou a fazer parte da vida de todos e a instituição escolar por sua vez, vê-se engajada nesse contexto, o entendimento desse processo tornou-se possível a partir de uma pesquisa qualiquantitativa realizada com 10 professores, de matérias afins, onde teriam de responder a um simples questionário com seis perguntas objetivas e duas perguntas abertas a cerca de seus conhecimentos tecnológicos e de seus meios avaliativos, onde se buscou identificar se essas experiências foram vantajosas ou desvantajosas. O resultado da pesquisa mostra de forma clara e concisa que os professores utilizam de forma satisfatória as novas tecnologias em suas avaliações formativas e veem essas ferramentas tecnológicas como facilitadoras em todo processo educacional, porém, que necessitam de uma assistência tecnológica que lhes garantam o bom funcionamento do laboratório de informática. O estudo demostrou que apesar das barreiras encontradas para que a tecnologia e educação caminhem juntas, os entrevistados consideram que é uma experiência possível e viável.
Informações adicionais: Trabalho de Conclusão de Curso (especialização)—Universidade de Brasília, Ministério da Educação, Centro de Estudos Avançados Multidisciplinares, Centro de Formação Continuada de Professores, Secretaria de Educação do Distrito Federal, Escola de Aperfeiçoamento de Profissionais da Educação, Curso de Especialização em Coordenação Pedagógica, 2015.
Aparece na Coleção:Coordenação Pedagógica



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons