Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/16745
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_AmandaFeitosaPassos_tcc.pdf861,83 kBAdobe PDFver/abrir
Título: A identidade ambiental do Território da Cidadania Chapada dos Veadeiros através da visão dos NEDETs
Autor(es): Passos, Amanda Feitosa
Orientador(es): Ávila, Mário Lúcio de
Assunto: Desenvolvimento rural
Chapada dos Veadeiros (GO)
Política ambiental
Data de apresentação: 2016
Data de publicação: 2-Mai-2017
Referência: PASSOS, Amanda Feitosa. A identidade ambiental do Território da Cidadania Chapada dos Veadeiros através da visão dos NEDETs. 2016. 42 f., il. Trabalho de conclusão de curso (Bacharelado em Gestão Ambiental)—Universidade de Brasília, Planaltina-DF, 2016.
Resumo: A abordagem territorial é marcada pela busca da melhoria da qualidade de vida da população rural, através de políticas públicas destinadas a sociedade que reside no campo. No Brasil a política territorial teve início em 2003, a partir da Secretaria de Desenvolvimento Territorial - SDT, órgão integrante do MDA, que desenvolveu uma estratégia com o objetivo de promover e apoiar as iniciativas da sociedade civil e do poder público nos territórios rurais, visando o desenvolvimento sustentável, com redução das desigualdades regionais e sociais e integração das dinâmicas territoriais ao processo de desenvolvimento nacional, entendendo o Brasil Rural como espaço de produção econômica, convívio social e de relação com a natureza. Desta maneira desenvolve-se ações na construção social representada pelo território, caracterizado por sua história, sua identidade e uma população com grupos sociais relativamente distintos, que se relacionam interna e externamente por meio de processos específicos. O objetivo do estudo foi avaliar como se construiu a identidade do Território Chapada dos Veadeiros e verificar se a temática ambiental foi incorporada na sua concepção ou implementação. Foi realizado um levantamento bibliográfico sobre a política territorial e sua aplicação no Território Chapada dos Veadeiros, além de entrevistas semi-estruturadas com atores relevantes para a pesquisa. Os resultados mostraram quais aspectos foram prioridade na inserção dessas políticas no território e o que não foi atendido ao longo desses anos. Além disso, pode-se perceber como os atores locais se identificam e qual a percepção conferida à população do território através de uma visão externa. Pode-se concluir que a identidade atribuída ao território não dialoga diretamente com a realidade dos atores locais e que a característica de território ambiental é uma concepção externa que é pouco incorporada nas políticas públicas que assistem o Território da Cidadania Chapada dos Veadeiros.
Abstract: The territorial approach is marked by the pursuit of improving the rural population's quality of life through public policies to society who resides on the field. In Brazil, the regional policy began in 2003, from the Territorial Development Secretariat - SDT, a member agency of the MDA, which has developed a strategy in order to promote and support the initiatives of civil society and government in rural areas, aiming sustainable development, reducing regional and social inequalities and integration of regional dynamics to the national development process, understanding the Rural Brazil as economic production space, social interaction and relationship with nature. This develops actions in the social construction represented by the territory, characterized by its history, its identity and a population with relatively distinct social groups that relate internally and externally through specific processes. The aim of the study was to evaluate how to build the identity of the Territory Chapada dos and verify that the environmental theme was incorporated in their design or implementation. a literature on territorial policy and its application in the Territory Chapada dos, and semi-structured interviews with relevant stakeholders for the research was conducted. The results showed which aspects have priority in the integration of these policies in the territory and what was not met over the years. Moreover, it can be perceived as local actors and identify the perception given to the territory's population by an external view . It can be concluded that the identity assigned to the territory does not dialogue directly with the reality of local actors and that the environmental area feature is an external design that is poorly incorporated into public policies that assist the Território da Cidadania Chapada dos Veadeiros.
Informações adicionais: Trabalho de conclusão de curso(graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade UnB de Planaltina, Gestão Ambiental, 2016.
Aparece na Coleção:Gestão Ambiental



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons