Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/16721
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_ValdetePereiraRamos_tcc.pdf773,42 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Gênero textual : resgate de lendas do Povo Kalunga da Vila Morro Encantado e contribuições da alfabetização ao final da 1ª fase do ensino fundamental
Autor(es): Ramos, Valdete Pereira
Orientador(es): Almeida, Severina Alves de
Assunto: Alfabetização
Kalunga (Comunidade quilombola brasileira)
Gêneros textuais
Data de apresentação: 2016
Data de publicação: 27-Abr-2017
Referência: RAMOS, Valdete Pereira. Gênero textual: resgate de lendas do povo kalunga da vila morro encantado e contribuições da alfabetização ao final da 1ª fase do ensino fundamental. 2016. 67, [3] f., il. Trabalho de conclusão de curso (Licenciatura em Educação do Campo)—Universidade de Brasília, Planaltina-DF, 2016.
Resumo: Este estudo aborda sobre a temática gênero textual: resgate de lendas do povo Kalunga da Vila Morro Encantado e contribuições da alfabetização ao final da 1ª fase do ensino fundamental. Tal proposta é realizada por intermédio da aplicação da metodologia de pesquisa etnográfica de cunho qualitativo, onde outros métodos são aplicados no intento de identificar e descrever as lendas de forma a caracterizá-las como um gênero textual, que faz parte do contexto cultural da comunidade quilombola Kalunga, residente no bairro Vila Morro Encantado, no município de Cavalcante (GO). Para tanto, o trabalho é o resultado de um estudo com forte embasamento teórico sobre o tema e de uma pesquisa realizada com professoras, alunos, pais e pessoas idosas ligadas à Escola Municipal do referido lugar. A partir dos apontamentos obtidos por meio da participação desses sujeitos, é possível reconhecer a carência que tal instituição de ensino tem quando o assunto é a metodologia de trabalho com lendas, de forma que os dados ajudam a perceber a urgência que há dentro das perspectivas da Educação do Campo de que esse gênero textual, que melhor representam os saberes e a cultura quilombola possam ser alvos do processo de alfabetização e de toda a 1ª fase do Ensino Fundamental. Uma vez que, esse pensar e prática contribuem para a formação cidadã dos alunos, e para a mediação do processo de interação entre os conhecimentos cotidianos e os conhecimentos científicos, o que valoriza e ajuda na prevalência das memórias e histórias locais.
Abstract: The present study deals with the theme textual genre: retrieval of legends from the Kalunga people of Vila Morro Encantado and literacy contributions at the end of the first stage of elementary education. This proposal is made through the application of the methodology of qualitative ethnographic research, where other methods are applied in the attempt to identify and describe the legends in order to characterize them as a textual genre that is part of the cultural context of the Quilombola community Kalunga, resident in the Vila Morro Encantado neighborhood, in the municipality of Cavalcante (GO). For this, the work is the result of a study with a strong theoretical foundation on the subject and a research done with teachers, students, parents and elderly people connected to the Municipal School of the mentioned place. From the notes obtained through the participation of these subjects, it is possible to recognize the lack that such an educational institution has when it comes to the methodology of working with legends, so that the data help to perceive the urgency that exists within the perspectives of Education of the Field that this textual genre, which best represent the quilombola knowledge and culture, can be targets of the literacy process and of the entire first phase of Elementary Education. Since this thinking and practice contributes to the formation of the students' citizenship and to the mediation of the process of interaction between everyday knowledge and scientific knowledge, what values and helps in the prevalence of local memories and histories.
Informações adicionais: Trabalho de conclusão de curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade UnB Planaltina, Licenciatura em Educação do Campo, 2016.
Aparece na Coleção:Educação do Campo



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons