Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/16682
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_FabricioSoaresDaSilva_tcc.pdf1,15 MBAdobe PDFver/abrir
Título: Análise do projeto socioambiental para inclusão social e redução de custos ambientais : estudo de caso do projeto Mãe ambiente
Autor(es): Silva, Fabricio Soares da
Orientador(es): Ávila, Mário Lúcio de
Assunto: Injustiça ambiental
Custo ambiental
Consciência ambiental
Inclusão social
Socioambientalismo
Data de apresentação: 2016
Data de publicação: 24-Abr-2017
Referência: SILVA, Fabricio Soares da. Análise do projeto socioambiental para inclusão social e redução de custos ambientais: estudo de caso do projeto Mãe ambiente. 2016. 42 f., il. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Gestão Ambiental)—Universidade de Brasília, Planaltina-DF, 2016.
Resumo: Antes da década de 1960, os problemas ambientais eram considerados insignificantes, acreditava-se que a natureza era uma fonte inesgotável de recursos e a poluição e a degradação ambiental representavam o símbolo do desenvolvimento. No entanto, os impactos ambientais vêm se intensificando e acentuando o que se chama de “crise ambiental”. Essa crise não se deu só em escala local, mas em proporção regional e global, dentre as principais consequências destacam-se: o aquecimento global, ameaça à biodiversidade, destruição das florestas e dos ambientes marítimos. Mas os problemas ambientais não atingem a população de maneira uniforme, ao contrário, atingem de forma desigual os grupos sociais, afetando com maior intensidade os grupos sociais excluídos. Isso é chamado de injustiça ambiental. Ocorre que, a partir da década de 60, intensifica-se a preocupação com a preservação do meio ambiente e justiça social e o conceito de socioambientalismo entra em voga. A população e as empresas passam a ter responsabilidade sobre o meio ambiente e também têm de se adequar a padrões que minimizem os impactos ambientais, contribuindo para a melhoria na qualidade de vida de todos os seres. Isso significa que a questão ambiental e social deve ser encarada pelas empresas como investimentos, garantindo a sobrevivência no mercado e evitando punições e sanções legais. Por ser de extrema relevância, além de um tema atual, a presente pesquisa visa analisar a importância de projetos socioambientais para inclusão social e redução de custos, analisando o estudo de caso do projeto “Mãe ambiente” na Fercal, região administrativa do Distrito Federal. A pesquisa se desenvolve procurando analisar se o projeto promove a consciência ecológica e justiça social, quais são seus desafios e consequências de sua implementação para a comunidade. O objetivo específico é identificar a atual situação das mulheres que realizam o projeto e a concepção com relação a ele, para então identificar e analisar a importância do projeto para a inclusão social e redução de custo ambiental. Para a realização do presente artigo, utilizou-se da técnica de pesquisa bibliográfica através de uma pesquisa descritiva. Utilizou-se uma abordagem quanti-qualitativa, recorrendo a instrumentos de coleta como pesquisa a matérias publicadas e a documentos da área, análise da região, suas fragilidades e potenciais.
Abstract: Before the 1960s, environmental problems were considered insignificant, nature was believed to be an inexhaustible source of resources, and pollution and environmental degradation represented the symbol of development. However, the environmental impacts are intensifying and accentuating what is called "environmental crisis". This crisis has not only occurred locally, but in regional and global proportions, among the main consequences are: global warming, threat to biodiversity, destruction of forests and marine environments. But environmental problems do not reach the population in a uniform way, on the contrary, they unequally affect social groups, affecting the excluded social groups with greater intensity. This is called environmental injustice. From the 60's onwards, the concern with the preservation of the environment and social justice intensifies and the concept of socio-environmental comes into vogue. The population and companies have responsibility for the environment and also have to adapt to standards that minimize environmental impacts, contributing to the improvement in the quality of life of all beings. This means that environmental and social issues should be faced by companies as investments, ensuring market survival and avoiding legal punishments and sanctions. Being of extreme relevance, besides a current theme, the present study aims to analyze the importance of socio-environmental projects for social inclusion and cost reduction, analyzing the case study of the project "Mother environment" in Fercal, administrative district of the Federal District. The research is developed to analyze if the project promotes ecological awareness and social justice, what are its challenges and consequences of its implementation for the community. The principal and specifically objective is to identify the current situation of the women who carry the out the project and the conception with respect to it, to then identify and analyze the importance of the project for social inclusion and reduction of environmental cost. For the accomplishment of the present article, the technique of bibliographical research was used through a descriptive research. A quantitative-qualitative approach was used, using collection instruments such as research to published materials and documents of the area, analysis of the region, its weaknesses and potentials.
Informações adicionais: Trabalho de Conclusão de Curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade UnB de Planaltina, 2016.
Aparece na Coleção:Gestão Ambiental



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons