Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/16522
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_LaraSaelesRodrigues_tcc.pdf439,44 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Análise de sódio e potássio em queijos comercializados em supermercados do Distrito Federal
Autor(es): Rodrigues, Lara Saeles Carvalho
Orientador(es): Borgo, Luiz Antônio
Coorientador(es): Mendonça, Marcio Antônio
Assunto: Alimentos - composição
Queijo
Sódio
Potássio
Rótulos
Data de apresentação: 2016
Data de publicação: 5-Abr-2017
Referência: RODRIGUES, Lara Saeles Carvalho. Análise de sódio e potássio em queijos comercializados em supermercados do Distrito Federal. 2016. 32 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Nutrição)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.
Resumo: Os objetivos do presente estudo foram de quantificar os teores de sódio e potássio presentes na composição de variados tipos de queijo de marcas diferentes, e comparar estes teores entre as marcas e, também, com as informações de teor de sódio presentes nos rótulos do produto. O queijo parmesão ralado (1266,6mg/100g) e o cheddar (1211,5mg/100g) apresentaram as maiores médias de teor de sódio, enquanto o cheddar apresentou elevado teor de potássio (322,7 mg/100g) entre os tipos de queijos analisados. Foi observada diferença significativa (p<0,05) entre as marcas do queijo parmesão e cheddar quanto ao seu teor de sódio e, quanto ao teor de potássio, foi observada diferença significativa (p<0,05) entre as marcas do queijo cheddar. Dessa forma, percebe-se grandes variações nos conteúdos dos minerais entre as marcas para o mesmo tipo de queijo. Além disso, a maioria das marcas analisadas apresentou teores de sódio acima da variação de 20% em comparação com os resultados da análise laboratorial, estando, assim, em inconformidade com a legislação brasileira vigente (RDC 360/03). Os resultados obtidos sugerem a necessidade de maior rigor durante o processo de fabricação de queijos e também de maior fiscalização por parte das agências reguladoras, com o objetivo de assegurar a qualidade das informações disponibilizadas nos rótulos e a segurança alimentar e nutricional dos consumidores.
Informações adicionais: Trabalho de Conclusão de Curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Departamento de Nutrição, 2016.
Aparece na Coleção:Nutrição



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons