Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/16446
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_HeloizaKaenaAbreu_tcc.pdf560,96 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Avaliação da qualidade fisiológica de sementes de quinoa submetidas ao tratamento químico
Autor(es): Abreu, Heloiza Kaena Alves
Orientador(es): Fagioli, Marcelo
Assunto: Fungicidas
Quinoa - cultivo
Sementes - qualidade
Data de apresentação: Dez-2016
Data de publicação: 3-Abr-2017
Referência: ABREU, Heloiza Kaena Alves. Avaliação da qualidade fisiológica de sementes de quinoa submetidas ao tratamento químico. 2016. 30 f., il. Trabalho de conclusão de curso (Bacharelado em Agronomia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.
Resumo: A quinoa tem elevado potencial para ser implantada no sistema agrícola do Brasil, principalmente na entressafra em propriedades rurais de qualquer porte. Para viabilizar e ampliar o cultivo desta cultura de forma satisfatória e sem grandes perdas de produtividade e produção, é necessário mais estudo sobre os possíveis danos causados por patógenos e a relação desses microrganismos com a fisiologia e qualidade das sementes, bem como sua germinação e vigor. Para o tratamento destes fungos que eventualmente poderiam infestar as sementes de quinoa utilizadas neste experimento, foram utilizados quatro lotes de sementes provenientes de diferentes épocas de colheita e tempos de armazenamento, e os fungicidas utilizados no tratamento das amostras foram os seguintes: Fungicida composto por Carboxina, Thiram e Etileno Glicol; fungicida protetor pertencente ao grupo químico Fenilureia composto por Pencicurom; e fungicida de contato e sistêmico dos grupos Benzimidazol e Dimetilditio-carbamato composto por Carbendazim e Thiram. Foi empregado o delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial duplo, com quatro repetições. Concluiu-se que o tratamento de sementes com fungicidas pode alterar a qualidade fisiológica das sementes de quinoa. O ingrediente ativo Carboxina + Thiram, quando usado para tratar a sementes, pode prejudicar a germinação da quinoa. As sementes tratadas com os ingredientes ativos Pencicurom e Carbendazim + Thiram apresentaram redução de germinação não significativa. As sementes tratadas com Carbendazim + Thiram apresentam considerável vantagem no desenvolvimento radicular de suas plântulas. O ingrediente ativo Carbendazim + Thiram ofereceu melhores resultados em termos de qualidade fisiológica no tratamento de sementes de quinoa diante das variáveis analisadas. As sementes de quinoa podem ser tratadas e imediatamente semeadas sem problemas para a germinação e emergência.
Informações adicionais: Trabalho de conclusão de curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, 2016.
Aparece na Coleção:Agronomia



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons