Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/16410
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_CaioAugustoRosadoTorres_tcc.pdf497,68 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Caracterização enzimática e molecular de uma população de Meloidogyne goeldii proveniente de cafeeiros do estado de Minas Gerais
Outros títulos: Enzymatic and molecular caracterization of a Meloigodyne goeldii population from coffee plants of Minas Gerais state
Autor(es): Torres, Caio Augusto Rosado
Orientador(es): Cares, Juvenil Enrique
Carneiro, Regina Maria Dechechi Gomes
Assunto: Café
Nematoda em plantas
Café - cultivo
Plantas - doenças e pragas
Data de apresentação: Dez-2016
Data de publicação: 30-Mar-2017
Referência: TORRES, Caio Augusto Rosado. Caracterização enzimática e molecular de uma população de Meloidogyne goeldii proveniente de cafeeiros do estado de Minas Gerais. 2016. iii, 23 f., il. Trabalho de conclusão de curso (Bacharelado em Agronomia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.
Resumo: Os nematoides das galhas, classificados no gênero Meloidogyne Goeldi, 1887, são fator limitante para a cultura do cafeeiro. As perdas causadas por esse gênero de nematoides na cultura do café estão estimadas em 15% de toda a safra mundial. No Brasil as espécies mais importantes para a cafeicultura são M. exigua, M. paranaensis e M. incognita. A identificação correta desses nematoides é essencial para o controle principalmente, quando se trata do uso de variedades resistentes. O objetivo do presente trabalho foi fazer a caracterização isoenzimática, molecular e análise filogenética de uma população proveniente de Araguari, MG (faz. Araras). Identificada como M. goeldii Santos, 1997, pelo próprio coletor da espécie. Embora essa espécie tenha sido descrita como nova espécie na tese de doutorado do autor, o trabalho nunca foi publicado e, recentemente, foi clasificada como nomen nudum. Várias fêmeas foram utilizadas na determinação do fenótipo de esterase (Est), em géis de poliacrilamida. Foi também extraído DNA de juvenis de segundo estádio (J2) para realização dos testes com marcador SCAR e sequenciamento das regiões ITS1-ITS2 e D2D3. A população estudada demonstrou ter concentração de esterase muito baixa, necessitando de mais de 30 fêmeas para a revelação do perfil Est E1, Rm 1,5, sendo esse o perfil típico de M. exigua. O resultado com o marcador SCAR condiz com o padrão isoenzimático, demonstrando uma banda típica de M. exigua (fragmento de 562 pb). Nos cladogramas realizados a partir dos fragmentos clonados e sequênciados, essa população agrupou-se com populações de M. exigua com alto suporte de bootstrap. Os resultados demonstraram que essa população de M. goeldii é uma variante de M. exigua. Estudos futuros como a caracterização morfológica e morfométrica de M. goeldii serão essenciais para uma correta identificação dessa espécie como uma variante de M. exigua .
Abstract: The root-knot nematodes, classified in the genus Meloidogyne Goeldi, 1887, are a limiting factor to coffee production. The losses caused by nematodes of this genus on coffee crop are estimated at 15% of the world crop. In Brazil, the most important species for the coffee plantations are M. exigua, M. paranaensis and M. incognita. The correct identification of these nematodes is essential for their control, using resistant varieties. The objective of this work was to do the enzymatic characterization and phylogenetic analysis of a population identified as M. goeldii Santos, 1997, by the collector of the species. Although this species was described as a new one in the author’s doctoral thesis, the paper was never published and recently the specie was classified as nomen nudum. Several females were used to determine the esterase phenotype (Est), on polyacrylamide gels. DNA was extracted from second stage juveniles (J2) to carry out tests with SCAR marker and sequencing the regions ITS1-ITS2 and D2D3. The studied population showed very low concentration of esterase, needing more than 30 females to reveal the enzymatic profile E1, Rm 1.5, typical profile of M. exigua. The results with the SCAR marker confirmed the enzymatic results, demonstrating a typical band of M. exigua (562 BP fragment). In the dendograms were made from cloned and sequenced fragments, this population clustered with other M. exigua populations with high bootstrap support. The results suggest that this population of M. goeldii is a variant of M. exigua. Future studies using morphometric and morphological characterization of M. goeldii are essential for a correct identification of this species as a variant of M. exigua.
Informações adicionais: Trabalho de conclusão de curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, 2016.
Aparece na Coleção:Agronomia



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons