Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/16235
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_AnaCristina_AntoniaSilva_tcc.pdf282,22 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Gêneros textuais no ensino de português como segunda língua para os surdos. Ocorre esse ensino em sala de aula?
Autor(es): Sousa, Ana Cristina Rodrigues Lima
Silva, Antônia Mendonça da
Orientador(es): Tuxi, Patrícia
Assunto: Língua portuguesa - estudo e ensino
Gêneros textuais
Surdos - aquisição da segunda língua
Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM)
Data de apresentação: 2016
Data de publicação: 14-Mar-2017
Referência: SOUSA, Ana Cristina Rodrigues Lima; SILVA, Antônia Mendonça da. Gêneros textuais no ensino de português como segunda língua para os surdos. Ocorre esse ensino em sala de aula? 2016. 21 f. Trabalho de conclusão de curso (Licenciatura em Letras Português do Brasil como Segunda Língua)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.
Resumo: O objetivo deste artigo é analisar os gêneros textuais apresentados no processo seletivo do ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio), especificamente na área de linguagens e códigos e suas tecnologias com um recorte no tema „gêneros textuais‟ para uma reflexão sobre este no ensino de português como segunda língua, sob a perspectiva avaliativa do certame dos respectivos anos 2013, 2014 e 2015 que é o objeto de estudo deste trabalho. A metodologia adotada é descritiva-analítica. Abordamos alguns conceitos sobre o ensino de português para surdos e questões de adaptação da prova sob o ponto de vista de segunda língua para o participante surdo que tem LIBRAS com L1. O trabalho apresenta análise das provas do ENEM, entrevistas com professores da rede pública de ensino do Distrito Federal e com os alunos atendidos no âmbito da escola pública com o ensino de português como segunda língua. Na pesquisa constatamos a grande problemática da falta de adaptação apropriada na prova escrita e também na linguagem utilizada no exame para o aluno surdo que pode influenciar no seu desempenho na realização do ENEM e quais melhorias poderiam ser feitas tanto no certame quanto na forma de ensinar na sala de aula. Assim sendo, os textos abordados no ENEM devem ter uma adaptação quanto à linguagem utilizada nas questões, pois o aluno surdo precisa compreender o português escrito na sua integridade e na contextualização da língua para quando se deparar com exames como do ENEM não serem prejudicados.
Informações adicionais: Trabalho de conclusão de curso (graduação)—Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Curso de Letras – Português do Brasil como Segunda Língua, 2016.
Aparece na Coleção:Letras - Português do Brasil como Segunda Língua



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons