Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/16016
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_CamiladeMoraesSilva_tcc.pdf864,55 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Causas de sofrimento no trabalho em uma organização bancária
Autor(es): Silva, Camila de Moraes
Orientador(es): Siqueira, Marcus Vinícius Soares
Assunto: Bancários
Psicodinâmica do trabalho
Trabalho
Trabalho - aspectos psicológicos
Trabalho - sofrimento
Data de apresentação: 21-Nov-2016
Data de publicação: 9-Fev-2017
Referência: SILVA, Camila de Moraes. Causas de sofrimento no trabalho em uma organização bancária. 2016. 49 f. Monografia (Bacharelado em Administração)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.
Resumo: O presente estudo analisa as causas de sofrimento no trabalho em uma organização bancária. Faz um levantamento também das defensivas contra o sofrimento utilizadas pelos trabalhadores dessa organização financeira em Brasília, utilizando como referencial teórico-metodológico a Psicodinâmica do Trabalho. Realizaram-se entrevistas individuais semi-estruturadas com oito trabalhadores submetidos à análise de conteúdo. Os resultados apontam que os trabalhadores encontram-se vulneráveis ao adoecimento e inseguros principalmente diante do modelo da organização do trabalho, que exige alta performance, desempenho e produtividade. O sofrimento transparece por meio de indicadores de mal-estar tais como desgaste físico e mental, que pode assumir diferentes sintomas de pessoa para pessoa. A falta de reconhecimento, ausência de negociação e discrepância entre demanda solicitada e demanda real são as causas mais frequentes que propiciam o sofrimento nesse contexto. Assim, medidas defensivas de indiferença e conformismo são comuns entre esses indivíduos.
Informações adicionais: Monografia (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Administração, 2016.
Aparece na Coleção:Administração



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons