Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/15874
Título: Inclusão de crianças com Síndrome de Down no ensino regular
Autor(es): Amaral, Maria do Socorro
Orientador(es): Nunes, Alia Maria Barrios González
Assunto: Educação de crianças
Down, Síndrome de
Educação inclusiva
Data de apresentação: 28-Nov-2015
Referência: AMARAL, Maria do Socorro. Inclusão de crianças com Síndrome de Down no ensino regular. 2015. 40 f. Monografia (Especialização em Desenvolvimento Humano, Educação e Inclusão Escolar)—Universidade de Brasília, Universidade Aberta do Brasil, Brasília, 2015.
Resumo: O referido trabalho abordou o tema da Inclusão de Crianças com Síndrome de Down no Ensino Regular com o objetivo de analisar e descrever o processo de inclusão de um aluno com síndrome de Down, em uma escola Municipal de Ensino de Cruzeiro do Sul/Acre, a partir da elaboração discursiva de professores, ressaltando possibilidades e desafios educativos desse processo de inclusão. Sabemos da importância do tema e da necessidade que há de conscientizar a família e os diferentes atores do contexto escolar sobre a inclusão de crianças com Síndrome de Down no ensino regular. A pesquisa se deu por meio de um questionário aberto para investigar os principais desafios que a escola enfrenta para incluir os alunos com Síndrome de Down, como também as estratégias e metodologias utilizadas pelos professores em sala para que esse aluno se sinta integrado no ambiente escolar. Para embasamento teórico foi feito um estudo em artigos de alguns autores para aprimorar o conhecimento nessa área. Houve um contato direto com a responsável da instituição para apresentar os documentos necessários para o início da pesquisa, em seguida uma conversa com os oito professores participantes da pesquisa, onde os mesmo assinaram os termos necessários para o consentimento com o estudo. A maioria dos participantes da pesquisa relatou que os principais desafios estão na identificação das habilidades reais dos alunos em processo de inclusão, sendo que essa identificação é importante para se definir as estratégias e metodologias de trabalho em sala de aula. Porém, através deste estudo percebeu-se que houve uma conscientização dos educadores sobre a inclusão no ensino regular, como também um olhar reflexivo em relação as estratégias e as metodologias desempenhadas por eles. Conclui-se que para que haja inclusão é importante a aceitação, por parte dos educadores, da necessidade de buscar conhecimentos em diversas áreas do saber, procurando traçar metas com metodologias inovadoras e desafiadoras para suprir as necessidades dos educandos.
Informações adicionais: Monografia (especialização)—Universidade de Brasília, Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Departamento de Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano, Programa de Pós-Graduação em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde, 2015.
Aparece na Coleção:Desenvolvimento Humano, Educação e Inclusão Escolar

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_MariaDoSocorroAmaral_tcc.pdf464.84 kBAdobe PDFver/abrir


Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons