Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/15632
Título: Química : minha cozinha, meu laboratório
Autor(es): Rodrigues, Hanielle Teixeira de Oliveira
Orientador(es): Carlos, Jairo Gonçalves
Tema: Educação de Jovens e Adultos (EJA) : DF : 3º Segmento : Ciências da Natureza - Química
Assunto: Educação de Jovens e Adultos (EJA)
Química - estudo e ensino
Práticas pedagógicas
Data de apresentação: Nov-2015
Referência: RODRIGUES, Hanielle Teixeira de Oliveira. Química: minha cozinha, meu laboratório. 2015. 34 f., il. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em Educação na Diversidade e Cidadania - EJA)—Universidade de Brasília, Universidade Aberta do Brasil, Brasília, 2015.
Resumo: O presente Projeto de Intervenção Local (PIL) a ser aplicado no terceiro segmento da modalidade Educação de Jovens e Adultos (EJA) no Centro Educacional São Bartolomeu de São Sebastião – DF, traz uma análise sobre as dificuldades encontradas pelos alunos da EJA em aprender conteúdos relacionados a ciências e as dificuldades enfrentadas pelos professores de química para desenvolver aulas práticas devido a limitações na infraestrutura da escola. Diante dessa situação, o PIL apresenta uma proposta para tornar as aulas de química mais atrativas para os alunos e mais fácil de desenvolver para o professor, que poderá fazer as demonstrações em sala de aula sem a necessidade da utilização do laboratório, utilizando os alimentos como tema para o desenvolvimento das aulas, o tempo para execução desta proposta será de 4 meses. Espera-se com a aplicação desta proposta metodológica que os alunos sintam prazer em estudar química e que os professores tenham mais facilidade em demonstrar reações que estejam no cotidiano do estudante que não causem problemas ambientais e possam proporcionar um momento de prazer durante a aula.
Resumén: Este Proyecto de Intervención Local (PIL) para ser aplicado en el tercer segmento de la modalidad de Educación de Jóvenes y Adultos (EJA) en del Centro Educativo San Bartolomé São Sebastião - DF, ofrece un análisis de las dificultades que encuentran los estudiantes de la EJA en contenidos de aprendizaje relacionados con la ciencia y las dificultades que enfrentan los profesores de química para desarrollar las clases prácticas, debido a las limitaciones en la infraestructura escolar. Ante esta situación, el PIL tiene una propuesta para hacer las lecciones más atractivas de química para estudiantes y más fácil de desarrollar para el profesor, que pueden hacer declaraciones en el salón de clases sin la necesidad de utilizar el laboratorio utilizando la comida como tema para el desarrollo de las clases, el tiempo para poner en práctica esta propuesta será de 4 meses. Se espera que la aplicación de esta propuesta metodológica que los miembros se sienten felices de estudiar la química y que los profesores les resulta más fácil demostrar reacciones que se encuentran en la vida cotidiana de los estudiantes que no causan problemas ambientales y puede proporcionar un momento de placer durante la clase.
Informações adicionais: Trabalho de Conclusão de Curso (especialização)—Universidade de Brasília, Universidade Aberta do Brasil, Faculdade de Educação, III Curso de Especialização em Educação na Diversidade e Cidadania, com Ênfase em EJA, 2015.
Aparece na Coleção:Educação na Diversidade e Cidadania - EJA

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_HanielleTeixeiraDeOliveiraRodrigues_tcc.pdf950.14 kBAdobe PDFver/abrir


Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons