Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/15534
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_ValdiceliaCavalcante_tcc.pdf839,4 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Alfabetização e letramento na educação inclusiva : desafios e possibilidades
Autor(es): Cavalcante, Valdicélia
Orientador(es): Teperino, Ana Paula Pertussati
Assunto: Educação de crianças
Alfabetização
Letramento
Inclusão escolar
Data de apresentação: 2015
Data de publicação: 6-Jan-2017
Referência: CAVALCANTE, Valdicélia. Alfabetização e letramento na educação inclusiva: desafios e possibilidades. 2015. 61 f. Monografia (Especialização em Desenvolvimento Humano, Educação e Inclusão Escolar)—Universidade de Brasília, Universidade Aberta do Brasil, Brasília, 2015.
Resumo: Letramento é a capacidade do uso de diferentes tipos de materiais escritos que circulam socialmente, possibilitando que o sujeito tenha contato direto com os diversos usos da leitura e escrita. A alfabetização é o início da formação escolar da criança, é também a fase que construirá a base para todos os anos de escola. Esse trabalho é uma investigação cujo objetivo foi analisar a trajetória do processo de alfabetização a partir dos estudos desenvolvidos em duas escolas de Educação Infantil. Para a realização da pesquisa foram levantadas as seguintes questões: Como acontece esse processo de alfabetização na Educação Infantil? As metodologias utilizadas pelas professoras são propícias para o desenvolvimento das crianças com Necessidades Educacionais Especiais? Para tanto, a metodologia utilizada nesta pesquisa foi a qualitativa, optamos pelo estudo de caso como estratégia de pesquisa, adotando a abordagem narrativa descritiva sobre a Alfabetização e Letramento respectivamente em duas Escolas da Educação Infantil que trabalha com crianças com Necessidades Educacionais Especiais em Cruzeiro do Sul/Acre. Os sujeitos pesquisados foram os professores das escolas, na totalidade de quatro participantes, que trabalham com crianças que apresentam NEEs e que fazem parte de turmas que estão na alfabetização, sendo esses de duas escolas diferentes. Foi realizada a observação direta não participante, e elaborado um questionário que foi entregue as professoras, ainda, investigamos qual o melhor método utilizado pelas docentes para ajudar nesse processo de desenvolvimento da leitura na criança com NEE. Constatamos que as crianças estão se desenvolvendo positivamente no decorrer do ano letivo e superando suas necessidades, perpassando as hipóteses de escrita estruturadas. Usam uma metodologia no fazer docente que se expande para além dos métodos tradicionais do ensino, compreendendo os alunos como sujeitos cognoscentes e de conhecimentos e que mesmo com suas dificuldades buscam se inserir no âmbito escolar. Desse modo, é possível dizer que as questões do letramento são também lembradas nas práticas das professoras quando usam as atividades de leitura e escrita para além da sala de aula nos diferentes usos sociais buscando envolver todas as crianças em um mesmo objetivo, que é o desenvolvimento e a integração das crianças com NEEs nas escolas.
Informações adicionais: Monografia (especialização)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Departamento de Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano, Programa de Pós-Graduação em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde, 2015.
Aparece na Coleção:Desenvolvimento Humano, Educação e Inclusão Escolar



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons