Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/15507
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_AndersonJoseSantanaOliveira_tcc.pdf1,78 MBAdobe PDFver/abrir
Título: Ensaios biomecânicos do tendão calcâneo de ratos por meio de máquina multiaxial
Outros títulos: Biomechanical tests of the Achilles tendon of rats by multiaxial machine
Autor(es): Oliveira, Anderson José Santana
Orientador(es): Durigan, Rita de Cássia Marqueti
Coorientador(es): Barin, Fabrício Reichert
Assunto: Biomecânica
Resistência à tração
Tendões - animais
Mecânica animal
Data de apresentação: 24-Nov-2016
Data de publicação: 6-Jan-2017
Referência: OLIVEIRA, Anderson José Santana. Ensaios biomecânicos do tendão calcâneo de ratos por meio de máquina multiaxial. 2016. 40 f., il. Monografia (Bacharelado em Fisioterapia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.
Resumo: Referencial teórico: O tendão é um componente anatômico composto por tecido conjuntivo denso modelado composto principalmente por colágeno I, composto relacionado diretamente com a função mecânica de transmitir e suportar cargas. A função tendínea pode ser avaliada a partir do aumento do estresse mecânico deste tecido. Porém, a literatura ainda é escassa com relação a padronização de ensaios biomecânicos para o tendão calcâneo. Este estudo teve o objetivo de padronizar ensaios de tração de tendões calcâneos de ratos em uma máquina de ensaio multiaxial a partir do desenvolvimento e confecção de um par de mordentes e analisar a função do tendão por meio de variáveis biomecânicas. Métodos: Foram utilizados quatro tendões calcâneos de ratos sadios, machos, com idade de 10 semanas (n = 2). Os animais foram eutanasiados utilizando-se injeção intraperitoneal de solução de xilazina e quetamina para retirada dos tendões, os quais foram presos por mordentes, interconectados a uma célula de carga e a uma máquina de ensaio multiaxial. Os tendões foram submetidos a um aumento gradual de carga a uma taxa de deslocamento constante de 1mm/min. O projeto de pesquisa foi aprovado pelo Comitê de Ética em Experimentação Animal da Universidade Católica de Brasília (protocolo 028/15). Achados: Obteve-se curvas de força-deslocamento, demonstrando a efetividade do ensaio. Foi necessária uma força de 26,08N para romper o tendão, com comprimento aumentado em 2,08mm, correspondente a 23,58% do seu comprimento. Apresentou capacidade máxima de suportar uma tensão de 28,55MPa. A energia suportada pelo tendão até o momento de sua ruptura foi de 21,78J. Conclusão: O presente estudo obteve sucesso devido a efetividade de mensurar a força, o deslocamento, a tensão e a deformação máxima do tendão. Porém, sugere-se novos estudos com maior número de amostras.
Abstract: Background: Tendon is anatomic component compost of dense connective tissue modeling, which is mainly compost of collagen type I, and it is directly related to mechanical function of transmit and support loads. Tendon function may be availed for increasing mechanical stress of its. However, the literature is scarce in relation to the standardization of mechanical tests of the calcaneus tendon. This aim of this study was to standardize mechanical tests of calcaneus tendon of healthy rats by multiaxial test machine by developing and making a pair of clamps, and analyze tendon function by mechanical variables. Methods: We used four Achilles tendons of healthy, male, ten-years-old rats (n = 2). The animals were euthanized giving an injection of xylazine and ketamine solution in rats’ intraperitoneal region to withdraw the tendons, whose tendons were clamped, connected to a cell of charge and then to a multiaxial test machine. The tendons were submitted to a gradual increase of length at a constant rate of 1mm/min. The experimental procedures were supported by Ethics Committee in Animal Research of Catholic University of Brasília (protocol number 028/2015). Findings: We obtained force-displacement curve, which it showed the effectivity of the test. It was necessary a force of 26,08N to the tendon rupture, with extension of 2,08mm, what it corresponds to 23,58% of its length. It supported a maximal tension of 28,55MPa. The energy supported by tendon until its rupture was 21,78J. Interpretation: This study was successful because it got to measure the maximum force, extension, stress and strain of tendon. However, we suggest new studies using a larger sample.
Informações adicionais: Monografia (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ceilândia, Curso de Fisioterapia, 2016.
Aparece na Coleção:Fisioterapia



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons