Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/15459
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_CandidaNetaLima_tcc.pdf808,91 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Ensinar e aprender : relato de experiência de uma aluna com TDAH no 4º ano do Ensino Fundamental I no contexto escolar
Autor(es): Lima, Cândida Neta
Orientador(es): Queiroz, Norma Lucia Neris de
Assunto: Inclusão escolar
Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH)
Educação especial
Estudantes com necessidades educativas especiais
Data de apresentação: 2015
Data de publicação: 5-Jan-2017
Referência: LIMA, Cândida Neta. Ensinar e aprender: relato de experiência de uma aluna com TDAH no 4º ano do Ensino Fundamental I no contexto escolar. 2015. 34 f., il. Monografia (Especialização em Desenvolvimento Humano, Educação e Inclusão Escolar)—Universidade de Brasília, Universidade Aberta do Brasil, Porto Nacional-TO, 2015.
Resumo: O presente estudo traz como tema: Ensinar e aprender: relato de experiência de aluna com TDAH no 4º ano do ensino fundamental no contexto escolar, cujo objetivo geral foi analisar o processo de inclusão de uma aluna com TDAH do 4o ano do ensino fundamental I de uma escola pública municipal de Porto Nacional – TO, em que a pesquisadora também é professora, e tem como objetivos específicos: descrever a história de ensino-aprendizagem e a interação da aluna participante deste estudo com suas professoras do ensino regular e da sala de recursos, em que a pesquisadora é também a professora e seus colegas, analisar a influência dos recursos pedagógicos: jogos pedagógicos, textos literários e brincadeiras no processo de ensino-aprendizagem da aluna participante do estudo, analisar como a educação inclusiva está caracterizada no Projeto Político Pedagógico da escola pesquisada. Decidimos investigar a inclusão da aluna com transtorno de déficit de atenção com hiperatividade (TDAH) por perceber que os alunos com esse transtorno têm apresentado muitas dificuldades para aprender conteúdos curriculares nas salas de aula regulares. Com isso, vão acumulando reprovações ao longo da trajetória escolar, as quais vão acarretando distorção idade/série por serem reprovados sucessivamente. Muitos avanços aconteceram nas duas últimas décadas, em prol da garantia do direito ao acesso à educação dos alunos com necessidades educacionais especiais. Os jogos e brincadeiras atraem e retêm a atenção da criança com déficit de atenção, pois a mesma apresenta bom rendimento de maneira mais visual que auditiva. A metodologia usada foi a abordagem qualitativa que teve a entrevista semi estruturada com a avó da aluna pesquisada, os questionários com a professora da sala de aula e a aluna, a observação na sala de aula regular e na sala de recursos, em que a pesquisadora é também a professora, como principais instrumentos de coleta de dado. Por trabalhar na sala de recursos, ser pesquisadora e também professora de Dorinha fizemos a análise das atividades que despertaram na aluna o interesse para aprender os conteúdos curriculares ministrados pelas professoras na sala de aula regular e na de recursos que puderam contribuir com a inclusão e o desenvolvimento pessoal e educacional da aluna em questão. Os dados coletados nos chamam para uma reflexão acerca das atividades desenvolvidas com os alunos com TDAH, no percurso da sua escolarização. Os resultados da pesquisa mostraram a importância da interação entre as professoras da sala regular e sala de recursos a qual a pesquisadora é a professora, bem como a inserção do projeto educação inclusiva no Projeto Político Pedagógico da Unidade Escolar, voltado para os alunos NEE. Este estudo tem a intenção de contribuir com a inclusão educacional de alunos dos anos iniciais do ensino fundamental que apresentam necessidades especiais educacionais, priorizando aqueles que apresentam TDAH como também, despertar nos profissionais da educação o desejo de conhecer mais profundamente, as razões que levam certos alunos ao fracasso escolar.
Informações adicionais: Monografia (especialização)—Universidade de Brasília, Universidade Aberta do Brasil, Instituto de Psicologia, Coordenação dos Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu, Curso de especialização em Desenvolvimento Humano, Educação Inclusão Escolar, 2015.
Aparece na Coleção:Desenvolvimento Humano, Educação e Inclusão Escolar



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons