Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/1545
Título: Identificação de competências individuais relevantes para o exercício do cargo de chefe de gabinete, no Superior Tribunal de Justiça
Autor(es): Silva, Vera Lúcia França da
Orientador(es): Odelius, Catarina Cecília
Assunto: Competências organizacionais
Competências individuais
Superior Tribunal de Justiça (STJ)
Data de apresentação: 2009
Data de publicação: 24-Fev-2011
Referência: SILVA, Vera Lúcia França da. Identificação de competências individuais relevantes para o exercício do cargo de chefe de gabinete, no Superior Tribunal de Justiça. 2009. 46 f. Monografia (Especialização em Gestão Judiciária)-Universidade de Brasília, Brasília, 2009.
Resumo: O objetivo deste estudo foi identificar competências individuais dos chefes de gabinete do Superior Tribunal de Justiça, para o alcance dos resultados esperados pela sociedade nos julgamentos desta Corte. Para as competências, subdivididas em atribuições e capacidades, foram identificados o grau de importância e de domínio. Diversos conceitos de competência presentes na literatura relativos ao tema foram apresentados no referencial teórico. Foi elaborado questionário, aplicado junto a 132 (cento e trinta e dois) profissionais atuantes nos 33 (trinta e três) gabinetes de Ministros do Superior Tribunal de Justiça. A amostra se restringiu a 82 (oitenta e dois) pesquisados, sendo que desses, 19 (dezenove) ocupam o cargo de chefe de gabinete e 63 (sessenta e três) são servidores da área jurídica dos respectivos gabinetes. O instrumento de coleta de dados foi preparado com 26 (vinte e seis) competências, que tiveram por base pesquisa realizada no site do Ministério do Trabalho e Emprego do Governo Federal, especificamente nas descrições de competência da Classificação Brasileira de Ocupações – CBO, bem como em documentos do Superior Tribunal de Justiça, que descreviam as atribuições do cargo pesquisado. A partir dos dados analisados, diagnosticou-se as competências com maior grau de prioridade no que tange a ações de capacitação: otimizar contratação de pessoas na área jurídica do gabinete; administrar pessoas; reconduzir fluxos de procedimentos no gabinete; supervisionar ações de desenvolvimento de assessores; e divulgar normas e procedimentos na gestão do acervo do gabinete.
Informações adicionais: Monografia (especialização)—Universidade de Brasília, Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Ciência da Informação e Documentação, 2009.
Aparece na Coleção:Gestão Judiciária

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2009_VeraLuciaFrancadaSilva.pdf216.54 kBAdobe PDFver/abrir


Todos os itens na BDM estão protegidos por copyright. Todos os direitos reservados.