Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/15389
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_StefaniaCaetanoMartinsDeRezendeZandomenico_tcc.pdf710,68 kBAdobe PDFver/abrir
Título: O processo de construção da escrita na educação de jovens e adultos com foco em noções de concordância verbal
Autor(es): Zandomênico, Stefania Caetano Martins de Rezende
Orientador(es): Silveira, Dimitri Assis
Tema: Educação de Jovens e Adultos (EJA) : DF : 3º Segmento : Linguagens - Língua Portuguesa
Assunto: Educação de Jovens e Adultos (EJA)
Língua portuguesa - estudo e ensino
Escrita
Língua portuguesa - verbos
Data de apresentação: Nov-2015
Data de publicação: 3-Jan-2017
Referência: ZANDOMÊNICO, Stefania Caetano Martins de Rezende. O processo de construção da escrita na educação de jovens e adultos com foco em noções de concordância verbal. 2015. 36 f., il. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em Educação na Diversidade e Cidadania - EJA)—Universidade de Brasília, Universidade Aberta do Brasil, Brasília, 2015.
Resumo: O presente projeto de intervenção local – PIL propõe atividades de ensino que visam ao aprimoramento das habilidades de escrita dos alunos do 1º. segmento da Educação de Jovens e Adultos – EJA a partir do domínio das regras básicas de concordância verbal, e pretende contribuir para um ensino mais efetivo de língua portuguesa no que se refere às habilidades da escrita desses alunos. No ensino regular, as crianças encontram-se no período crítico de aprendizagem e, portanto, são capazes de perceber as regularidades na estrutura da língua e de inferir as regras que as subjazem. Na EJA, por outro lado, os alunos passaram pelo período crítico sem frequentar a escola ou frequentando-a durante curto espaço de tempo, logo sem ter contato com a variedade formal da língua portuguesa de forma sistemática. Esse fato se reflete na dificuldade que os alunos apresentam para apreender as regras da modalidade escrita formal da língua, de forma geral, e, mais especificamente, as regras de concordância nominal e verbal. A dificuldade observada, conforme foi possível constatar, não constitui um problema exclusivo da unidade escolar selecionada neste trabalho, e sim um problema generalizado do sistema educacional, especialmente no que se refere à modalidade de Educação de Jovens e Adultos, uma vez que os referidos alunos chegam ao final do Ensino Médio sem a mesma proficiência na escrita apresentada por alunos de ensino regular. A questão é importante porque os alunos da EJA dominam uma variedade linguística própria, e é papel da escola oferecer-lhes acesso a uma variante formal, a partir da qual será possível aos alunos transitar por diferentes meios sociais e culturais. Para a realização deste projeto, partimos do pressuposto de que alunos jovens e adultos que procuram a escola para iniciar ou retomar os estudos buscam, minimamente, obter oportunidades de acesso (ou aumentar as que já têm) a meios de que não participam, melhorar sua qualidade de vida e/ou de ascender socialmente. Assim, desenvolver e aprimorar as habilidades de escrita dos alunos é essencial, na medida em que o domínio da língua escrita formal constitui importante requisito para transitar por diferentes meios sociais e culturais. Nesse sentido, este projeto propõe um plano de ação para se trabalhar nas aulas de língua portuguesa desde as séries iniciais, de forma a reduzir os problemas encontrados e proporcionar um ensino mais efetivo da língua escrita formal aos alunos de EJA.
Abstract: This project proposes educational activities aiming an improvement of writing skills of students which attend Educação de Jovens e Adultos – EJA (Youth and Adult Education) based on the knowledge of basic rules of verbal agreement, and intends to contribute to increase the effectiveness of teaching Portuguese Language considering the writing skills of those students. Chidren attending regular education are in the critical period of learning and thus are able to perceive the regularities of language structure and to infer rules that underlie these rules. On the other hand, students attending Youth and Adult Education have gone through the critical period without going to school or attending it for short time, then without having contact with the formal variety of the Portuguese language in a systematic way. This fact reflects a difficulty that those students have to learn the rules of formal written form of the language, in general, and the rules of nominal and verbal agreement, more specifically. The difficulty observed, as it was established, is not a problem only in the school unit selected in this work, but a general problem of the educational system, especially with regard to Youth and Adult Education, once these students graduate in high school without the same proficiency in writing observed in texts written by students from regular education. This issue is important because students attending EJA develop their own linguistic variety, and it is the school's role to offer them access to a formal variant, from which it will be possible for these students go through different social and cultural backgrounds. To carry out this project, we assume that young students and adults who go to school to begin or resume studies seek minimally gain or increase access to better opportunities, improve their quality of life and / or to ascend socially. In this sense, develop and improve students' writing skills is essential, because the formal written language proficiency is an important requirement for transit through different social and cultural backgrounds. Thus, this project proposes an action plan to work in the Portuguese language classes since the early grades, in order to avoid or reduce the problems encountered and provide a more effective teaching of the formal written language to young and adult students, in a general manner.
Informações adicionais: Trabalho de Conclusão de Curso (especialização)—Universidade de Brasília, Universidade Aberta do Brasil, Faculdade de Educação, III Curso de Especialização em Educação na Diversidade e Cidadania, com Ênfase em EJA, 2015.
Aparece na Coleção:Educação na Diversidade e Cidadania - EJA



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons