Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/15331
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_FabianaPereiraDias_tcc.pdf558,42 kBAdobe PDFver/abrir
Título: O papel da bidocência na inclusão do aluno com deficiência no ensino regular
Autor(es): Dias, Fabiana Pereira
Orientador(es): Faria, Fernanda Cupolillo Miana de
Assunto: Deficientes - educação
Educação inclusiva
Bidocência
Data de apresentação: 2015
Data de publicação: 23-Dez-2016
Referência: DIAS, Fabiana Pereira. O papel da bidocência na inclusão do aluno com deficiência no ensino regular. 2015. 40 f. Monografia (Especialização em Desenvolvimento Humano, Educação e Inclusão Escolar)—Universidade de Brasília, Universidade Aberta do Brasil, Brasília, 2015.
Resumo: O presente trabalho versa sobre o papel da bidocência na inclusão do aluno com deficiência no ensino regular. A bidocência, ou presença de um segundo professor na classe, apresenta-se como um importante instrumento na educação inclusiva, pois, através dela, há possibilidades de o educando com deficiência adquirir mais conhecimentos. O principal objetivo desse trabalho é compreender o papel da bidocência na inclusão do aluno com deficiência no ensino regular. Por meio de pesquisa qualitativa, foram realizadas entrevistas com professores, diretora e aluno de uma instituição de ensino. Os resultados levaram-nos a refletir a respeito da educação inclusiva regional e também a brasileira, que parece seguir a “passos lentos”. Embora alguns estados brasileiros tentem inserir o modelo da bidocência em classe, este ainda não é satisfatório. Conclui-se, a partir da pesquisa, que é necessário que estes profissionais tenham uma formação continuada, atualizando-se, para que estejam preparados e capacitados para atender a essa demanda de maneira inclusiva.
Informações adicionais: Monografia (especialização)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Departamento de Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano, Programa de Pós-Graduação em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde, 2015.
Aparece na Coleção:Desenvolvimento Humano, Educação e Inclusão Escolar



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons