Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/15052
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_AlesandraDeAssisRodriguesAlves_tcc.pdf638,86 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Análise do processo de inclusão escolar de um aluno com paralisia cerebral : um estudo de caso
Autor(es): Alves, Alesandra de Assis Rodrigues
Orientador(es): Guimarães, Fernanda Rodrigues
Assunto: Inclusão escolar
Paralisia cerebral nas crianças
Professores de educação especial - formação
Data de apresentação: 2015
Data de publicação: 19-Out-2016
Referência: ALVES, Alesandra de Assis Rodrigues. Análise do processo de inclusão escolar de um aluno com paralisia cerebral: um estudo de caso. 2015. 68 f., il. Monografia ( Especialização em Desenvolvimento Humano, Educação e Inclusão Escolar)—Universidade de Brasília, Universidade Aberta do Brasil, Ipatinga-MG, 2015.
Resumo: O presente estudo teve como objetivos analisar os desafios do processo de inclusão escolar de um aluno com paralisia cerebral em uma escola da rede municipal de Ipatinga; identificar atitudes da comunidade escolar que são promotoras de inclusão; e analisar o papel docente no processo de inclusão do aluno com paralisia cerebral. A metodologia utilizada foi a qualitativa, utilizando-se, como instrumentos principais, a entrevista semiestruturada, o Projeto Político Pedagógico da escola e as observações em sala. Participaram do estudo duas professoras, um aluno com paralisia cerebral e sua genitora. O estudo demonstrou que os principais desafios enfrentados pela escola no que se refere à inclusão referem-se à falta de investimento na formação e capacitação dos professores; ao tempo destinado ao atendimento do aluno pelo professor especializado e à ausência de recursos financeiros para a compra de materiais pedagógicos adaptados. Além disso, percebeu-se que as professoras caracterizam a escola como inclusiva, enfatizando, especialmente, o seu preparo para receber alunos cadeirantes, com estrutura arquitetônica adequada. As professoras exercem o papel docente amparadas em uma perspectiva inclusiva, reconhecendo que há a necessidade de ajustar recursos, materiais, metodologia e estratégias para melhor atender alunos com paralisia cerebral.
Informações adicionais: Monografia (Especialização)—Universidade de Brasília, Universidade Aberta do Brasil, Instituto de Psicologia, Departamento de Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano, 2015.
Aparece na Coleção:Desenvolvimento Humano, Educação e Inclusão Escolar



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons