Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/1491
Título: Identificação de competências necessárias aos profissionais formuladores de políticas públicas da Secretaria de Turismo de Pernambuco
Autor(es): Lima, Fernanda Carneiro de Andrade
Orientador(es): Odelius, Catarina Cecília
Assunto: Gestão por competências
Competências organizacionais
Formação profissional
Data de apresentação: 2008
Data de publicação: 11-Fev-2011
Referência: LIMA, Fernanda Carneiro de Andrade. Identificação de competências necessárias aos profissionais formuladores de políticas públicas da Secretaria de Turismo de Pernambuco. 2008. 75 f. Monografia (Especialização em Gestão de Pessoas)-Universidade de Brasília, Brasília, 2008.
Resumo: A atividade turística, quando bem planejada, dentro de um modelo adequado de execução, onde a comunidade, os turistas, os profissionais do setor, as empresas privadas e o setor público participam do processo, proporciona o desenvolvimento sustentável de uma localidade, de uma região e de um país. Diante deste contexto, faz-se mister a ênfase na identificação das competências necessárias ao perfil dos profissionais que irão definir e executar as políticas públicas do turismo. Diversas empresas têm recorrido à utilização de modelos de gestão, baseados em conceitos como competências e desempenho, para planejar, captar, desenvolver e avaliar, nos diferentes níveis da organização, as competências necessárias à consecução de seus objetivos. A presente pesquisa tem como objetivos identificar as competências necessárias aos profissionais formuladores de políticas públicas da Secretaria de Turismo de Pernambuco (Setur), bem como verificar o grau de importância e o grau de domínio, por parte destes profissionais, em relação às competências identificadas. Para tanto, utilizou-se as técnicas de entrevista individual - realizada com uma pessoa-chave da organização, no intuito de elencar as competências necessárias aos referidos profissionais. A utilização desta metodologia resultou na identificação de 48 competências, entre conhecimentos, habilidades e atitudes. A outra técnica utilizada foi o questionário fechado, com as 48 competências identificadas previamente, que foi aplicado junto aos 7 profissionais formuladores de políticas públicas da Setur, onde se verificou o grau de importância e o grau de domínio das competências identificadas. A identificação, bem como a verificação do grau de importância e do grau de domínio destas competências, poderão servir para o planejamento de ações de treinamento e desenvolvimento, pessoal e profissional, por parte da organização e para os próprios profissionais reconhecerem as demandas da atividade que executam, proporcionando melhores resultados e desempenhos.
Informações adicionais: Monografia (especialização)—Universidade de Brasília, Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Ciência da Informação e Documentação, 2008.
Aparece na Coleção:Gestão de Pessoas

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2008_FernandaCarneirodeAndradeLima.pdf565.39 kBAdobe PDFver/abrir


Todos os itens na BDM estão protegidos por copyright. Todos os direitos reservados.